Trabalhadores podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas - ALÔ ALÔ CIDADE

Trabalhadores podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas

Compartilhar isso

Estimativa é da Advocacia Geral da União e relaciona dados de 2014.
Idosos teriam recebido cobrança indevida em processos de aposentadoria

04/02/2015 00:10
Trabalhadores rurais podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)

Mais de 100 trabalhadores rurais da região podem ter sido lesados no último ano por cobrança indevida de advogados em processos judiciais de aposentadoria. A estimativa é da regional Varginha MG da Advocacia Geral da União. Em Campanha MG e São Gonçalo do Sapucaí MG, idosos suspeitam de um advogado que não teria repassado todo o dinheiro conquistado em algumas ações. O mesmo profissional responde a dois processos em Varginha por estelionato.
Trabalhadores rurais podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)

A ex-apanhadora de café Maria Antônia é uma das supostas vítimas. Ao tentar se aposentar, ela procurou os serviços do advogado sob suspeita e conta que ele ficou com o dinheiro a que ela teria direito. No dia do saque, dona Maria foi ao banco acompanhada do filho. Lá, ela descobriu que, além do salário, possuía em conta outros R$ 3,2 mil em benefícios atrasados.

Trabalhadores rurais podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)
Trabalhadores rurais podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)
"Ele falou que era dele, que eu tinha que dar tudo para ele. Aí o meu menino falou que tinha compra fazer, remédio pra comprar, mas ele não quis aceitar não", relembra a aposentada. "Eu não tenho leitura. Ele se aproveitou de mim porque eu sou analfabeta, né?"
Trabalhadores podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas - Fotos/reprodução: Eptv
Apesar de atuar no Sul de Minas, o escritório do advogado que teria lesado dona Maria e outros idosos na região fica no interior de São Paulo, na cidade de Socorro. Ele foi procurado, mas não retornou nenhuma das ligações até esta publicação.
Advogado acusado Wanderley

Denúncias
Uma reportagem exibida no dia 25 de janeiro pelo programa Fantástico, da Rede Globo, mostrou que advogados estavam embolsando benefícios atrasados de aposentadorias. A apropriação era justificada pelos advogados como pagamento de honorários. A prática foi descoberta e denunciada pelo Ministério Público.
Trabalhadores rurais podem ter sido lesados por advogados no Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) não estipula um teto para a cobrança de honorários, que correspondem ao serviço prestado pelos advogados. No entanto, o Código de Ética orienta que, em ações previdenciárias, os honorários fiquem entre 20% e 30% do valor que o cliente tem direito a receber.

Vídeo (EPTV Sul de Minas)



Leia mais no G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário