Operação Alfa realiza prisão de 10 pessoas em Três Corações, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Operação Alfa realiza prisão de 10 pessoas em Três Corações, MG

Compartilhar isso

Ministério Público e Polícia Militar em conjunto mais uma vez contra o crime

15/04/2015 00:32
Ontem (14), nove pessoas foram presas preventivamente, uma foi presa em flagrante, drogas e vários materiais foram apreendidos por intermédio da Operação Alfa, realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público em parceria com a Polícia Militar na cidade de Três Corações. 
Operação Alfa realiza prisão de 10 pessoas em Três Corações - Fotos: Polícia Militar

Segundo informações da Polícia Militar, foram cumpridos 09 Mandados de Prisão e 11 de Buscas e Apreensão nos  bairros Santana, Odilon Resende de Andrade, Jardim das Alterosas, Alto Peró, Santa Tereza e Parque Jussara. Um mandado de prisão também foi cumprido na cidade de Frutal, no Triângulo Mineiro. 

Ainda segundo a PM, na Operação Alfa a Polícia Militar empregou 49 militares e 14 viaturas para o cumprimento da missão. As investigações conduzidas pelo Ministério Público, com apoio da polícia militar, duraram aproximadamente 5 meses e lograram êxito em identificar e desarticular organização criminosa instalada em Três Corações dedicada ao tráfico interestadual de drogas, inclusive com o uso de menores de 18 anos.

O trabalho desenvolvido conseguiu juntar provas da existência de um esquema criminoso voltado para a busca de drogas no Estado de São Paulo para venda na cidade de Três Corações e região. 

De acordo com o Gaeco do Sul de Minas, a Operação Alfa representa a força da comunidade que não deseja que as famílias sejam destruídas pelo consumo de drogas.


Os Promotores de Justiça responsáveis pela investigação destacaram que, em parceria com a Polícia Militar e com todas as forças vivas da comunidade, muitas outras ações serão desenvolvidas na construção de uma sociedade melhor. 

Assessoria de Comunicação Organizacional – 16ª Cia PM Ind – Três Corações/MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário