Publicidade

O delegado pediu a prisão temporária do suspeito

02/09/2015

Ontem (01), por volta de 17h, Luiz Henrique Paiva dos Santos acusado de dar o tiro por engano e que tirou a vida de Jhonatan se apresentou junto com um advogado na Delegacia de Policia. O Delegado, Dr Cristiano, imediatamente pediu a prisão temporária e em seguida foi conduzido para o Presídio.

Assista o vídeo e o momento do disparo que matou Jhonatan




Suspeito - Foto: Facebook
Arma usada pelo suspeito - Foto: TV Boa Esperança
O caso
Segundo a Polícia Militar, várias pessoas se envolveram em uma briga generalizada, quando uma delas sacou uma arma e disparou. Jonathan Oliveira Estevão, que não estava envolvido na briga e só passava pelo local, acabou sendo atingido.
O jovem foi levado para o pronto-socorro da cidade. A informação era de que ele seria transferido para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas (MG). Havia a informação de que o jovem teria sofrido morte cerebral, mas isso não foi confirmado.
A vítima, Jhonatan de 17 anos, faleceu três dias depois no Hospital Alzira Velano em Alfenas e seus órgãos doados. 

Vídeo registraram a ocorrência.

Vítima foi morto na confusão
As imagens de uma câmera de segurança mostram a confusão gerada por uma briga depois que um jovem de 17 anos foi baleado na cabeça na madrugada deste domingo (16) em Boa Esperança (MG). Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que ele tenha sido atingido por engano, durante uma briga entre dois grupos de bairros rivais.
O adolescente Jhonatan Oliveira Estevão foi atingido por um disparo na cabeça. A Polícia Militar informou que todo movimento que aparece nas imagens é por causa de uma festa que acontecia no clube. Os militares disseram ainda que o jovem não teve nada a ver com a confusão e que o mais provável é que ele realmente tenha sido atingido por engano.




Luiz Henrique fica agora, à disposição da Justiça.

Direto da redação: ALÔ ALÔ CIDADE

Acusado de atirar por engano em jovem se entrega na Delegacia de Policia de Boa Esperança

O delegado pediu a prisão temporária do suspeito

02/09/2015

Ontem (01), por volta de 17h, Luiz Henrique Paiva dos Santos acusado de dar o tiro por engano e que tirou a vida de Jhonatan se apresentou junto com um advogado na Delegacia de Policia. O Delegado, Dr Cristiano, imediatamente pediu a prisão temporária e em seguida foi conduzido para o Presídio.

Assista o vídeo e o momento do disparo que matou Jhonatan




Suspeito - Foto: Facebook
Arma usada pelo suspeito - Foto: TV Boa Esperança
O caso
Segundo a Polícia Militar, várias pessoas se envolveram em uma briga generalizada, quando uma delas sacou uma arma e disparou. Jonathan Oliveira Estevão, que não estava envolvido na briga e só passava pelo local, acabou sendo atingido.
O jovem foi levado para o pronto-socorro da cidade. A informação era de que ele seria transferido para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas (MG). Havia a informação de que o jovem teria sofrido morte cerebral, mas isso não foi confirmado.
A vítima, Jhonatan de 17 anos, faleceu três dias depois no Hospital Alzira Velano em Alfenas e seus órgãos doados. 

Vídeo registraram a ocorrência.

Vítima foi morto na confusão
As imagens de uma câmera de segurança mostram a confusão gerada por uma briga depois que um jovem de 17 anos foi baleado na cabeça na madrugada deste domingo (16) em Boa Esperança (MG). Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que ele tenha sido atingido por engano, durante uma briga entre dois grupos de bairros rivais.
O adolescente Jhonatan Oliveira Estevão foi atingido por um disparo na cabeça. A Polícia Militar informou que todo movimento que aparece nas imagens é por causa de uma festa que acontecia no clube. Os militares disseram ainda que o jovem não teve nada a ver com a confusão e que o mais provável é que ele realmente tenha sido atingido por engano.




Luiz Henrique fica agora, à disposição da Justiça.

Direto da redação: ALÔ ALÔ CIDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário