Varginha deve voltar a receber voos comerciais em breve - ALÔ ALÔ CIDADE

Varginha deve voltar a receber voos comerciais em breve

Compartilhar isso

Empresa Flyways deve operar voos para Belo Horizonte em janeiro. Em Pouso Alegre, prefeitura faz audiência para aeroporto de cargas.

16/10/2015 19:47
Empresa criada em 2014, Flyways poderá operar voos em Varginha (Foto: Divulgação Flyways)

A Prefeitura de Varginha MG anunciou nesta quarta-feira (14), que os voos de passageiros no aeroporto da cidade devem voltar no início de 2016. A empresa Flyways, interessada em operar na cidade, disse que faltam apenas alguns ajustes determinados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para iniciar os voos. Em Pouso Alegre MG, processo de implantação do aeroporto de cargas também avança.
A assessoria de comunicação da Anac confirmou nesta quinta-feira (15) que a Flyways já passou por quatro das cinco etapas necessárias pra operar na cidade. Agora falta apenas a fase de testes práticos, que são voos chegando e saindo de Varginha, para que se possa avaliar a capacidade de operação da companhia.
"Provavelmente no começo do ano, é o compromisso deles conosco, de começar esses voos já com o teste para Belo Horizonte (MG) a partir de janeiro", afirma o vice-prefeito Verdi Lúcio Melo (PSDB).
De acordo com a empresa, a operação da rota deve começar com quatro aeronaves. O único destino confirmado foi Belo Horizonte. A Flyways é uma empresa carioca que foi criada em 2014. Atualmente, a empresa só opera destinos entre Belo Horizonte e o Rio de Janeiro. O objetivo da empresa é ampliar a sua atuação investindo na aviação regional.
A Anac ainda deve confirmar se o primeiro destino operado pela companhia será mesmo o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.

Reforma do aeroporto
Para receber os voos comerciais, o aeroporto também teve que passar por adequações. A área de embarque e desembarque recebeu sensores de presença, câmeras de segurança e um detector de metais. Já a pista, que tem pouco mais de 2 mil metros, teve a espessura quase triplicada. A brigada de incêndio também recebeu mais um veículo, subindo pra categoria quatro.
Aeroporto de Varginha passou por ajustes, como
investimento na brigada de incêndio
(Foto: Reprodução EPTV)
"Desde que a gente fez um convênio com a BH Airport, que ela vem desenvolvendo um trabalho de cargas que vai ser implantado em nosso aeroporto também, então nós tivemos que fazer essas adequações já esperando aeronaves maiores", explica o diretor do aeroporto, Rogério Evaristo.
Voos suspensos
O último voo comercial realizado na cidade foi no dia 19 de março de 2014, pela Azul Linhas Aéreas. A Azul incorporou a Trip, que chegou em Varginha em 2010 oferecendo seis rotas, mas com a venda da Trip, a Azul passou a fazer apenas um voo para Campinas (SP). O movimento no aeroporto, que chegou a 300 pessoas por dia, caiu para 60.

Aeroporto de cargas
Em Pouso Alegre (MG), segundo a prefeitura, os processos para implantação do aeroporto internacional de cargas e passageiros estão avançando. Nos últimos três anos, já foram feitos vários estudos e análises técnicas sobre a viabilidade do aeroporto, que seria o primeiro de grande porte do país nesse segmento. Na quarta-feira (21) será realizada uma audiência pública para apresentar e debater o projeto.
Aeroporto de carga em Pouso Alegre - Foto/divulgação
A reunião terá a presença do prefeito Agnaldo Perugini (PT), que vai presidir a sessão, funcionários da prefeitura, técnicos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e também profissionais de uma empresa de consultoria responsável pela elaboração do projeto.

O Aeroporto Padre Senador José Bento Leite Ferreira de Mello é um empreendimento que terá cerca de 5 milhões de metros quadrados e vai funcionar através de uma parceria público privada (PPP). A estimativa é que o investimento inicial será de R$ 500 milhões nos primeiros três anos de construção.
Ainda de acordo com a prefeitura, a outorga para fazer o aeroporto foi concedida pela Anac no ano passado.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário