Governador participa da entrega de 793 casas do Minha Casa, Minha Vida em Três Corações - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

Ao lado do ministro Patrus Ananias, o governador defendeu os programas sociais do governo federal e afirmou que o trabalho é a saída para a crise econômica do país

29/11/2015 13:43
Governador participa da entrega de 793 casas do Minha Casa, Minha Vida em Três Corações - Fotos:
Manoel Marques/Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou nesta sexta-feira (27/11) em Três Corações, no Território Sul, da entrega de 793 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal. Foram investidos R$ 47,5 milhões nas obras no bairro Nova Três Corações, que beneficiarão cerca de 4 mil pessoas com renda familiar inferior a R$ 1,6 mil mensais. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, representou a presidenta Dilma Rousseff.
Pimentel destacou, em seu discurso, a alegria de poder participar da realização do sonho da casa própria. “Hoje, eu estou tendo a alegria de poder entregar quase 800 casas do Minha Casa, Minha Vida, esse programa maravilhoso que começou com o presidente Lula, continua com a presidenta Dilma e, se Deus quiser, não vai terminar enquanto tivermos um único brasileiro ou brasileira sem casa própria. Esse é um compromisso que nós temos”, afirmou.

O governador ressaltou a importância do programa Minha Casa, Minha Vida nos últimos anos no país e citou outras ações nas áreas sociais implementadas pelo governo federal. “O Brasil avançou muito, criou programas que, de fato, estão melhorando a vida da nossa gente, do nosso povo. Isso não pode terminar. É o Minha Casa, Minha vida. É o Prouni (Programa Universidade para Todos). É o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), o Bolsa Família. Tantos programas que estão transformando esse Brasil num país justo, solidário, com renda distribuída e que tem oportunidades para todos”, discursou para uma plateia composta pelos futuros moradores das casas entregues nesta sexta-feira.
Pimentel afirmou ainda que o trabalho é a melhor forma de superar as dificuldades financeiras enfrentadas pelos governos federal e estadual e pelas prefeituras. “Quando começarem a falar de crise, como se o Brasil estivesse acabando, nós vamos reagir da forma que sabemos fazer, que é trabalhando. Isso aqui (as casas entregues) é trabalho. Trabalho da Caixa, dos ministérios da presidenta Dilma, do governo do Estado, da prefeitura. É com trabalho que a gente enfrenta crise, não é fazendo crítica injusta, não é fazendo acusação falsa”, completou.
Antes da cerimônia, Fernando Pimentel visitou a nova casa de Priscila Silmara da Silva, 32 anos, natural de Três Corações. Mãe de quatro filhos, ela, que está desempregada, disse estar agradecida por receber o governador em sua nova moradia. “Estou muito feliz por essa nova casa. Hoje, moro de favor e preciso contar com a ajuda da minha mãe. Isso vai mudar para mim e para os meus filhos”, contou.

Conquistas
O ministro Patrus Ananias salientou a importância da conquista da casa própria. “Cada casa que a gente entrega é uma conquista. A propriedade é um espaço familiar, um espaço de convivência. A gente, às vezes, vê as notícias e parece que o Brasil está acabando, que nada de bom foi feito. São milhares de famílias recebendo a casa própria. E nós estamos ampliando o Minha Casa, Minha Vida, com ações voltadas para a população rural”, disse.
Em vídeo exibido durante a solenidade, a presidenta Dilma Rousseff apresentou dados sobre a evolução do programa habitacional nos últimos anos e ressaltou a importância do mesmo para a redução das desigualdades sociais no Brasil. “Hoje é dia de festa. O Minha Casa, Minha Vida é o mais bem sucedido programa da nossa história. Esse programa está mudando realmente a vida do brasileiro. Já foram entregues 2,4 milhões de casas e há 1,6 milhão de casas em construção”, afirmou.
Cada casa tem dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e aquecimento solar, e é avaliada em R$ 60 mil, com as prestações variando de R$ 25 a R$ 80 ao mês. O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Délsio Garcia, disse que esse valor é inferior ao cobrado em um aluguel em Três Corações. “No Sul de Minas, o Minha Casa, Minha Vida já entregou 22 mil moradias. É importante zelar pela moradia. Essa é uma conquista de vocês”, acrescentou.
O prefeito de Três Corações, Cláudio Cosme Pereira, agradeceu a presença do governador e garantiu que novas ações serão feitas para melhorar a vida das famílias. “Hoje, entregamos 793 casas para quase 4 mil pessoas que viverão em harmonia. Nós não vamos poupar esforços para que tenham mais qualidade de vida. A maior obra é concretizar sonhos”, disse.

Ações
Em Três Corações, o governador Fernando Pimentel afirmou que, até o fim do seu mandato, irá atender a duas demandas históricas da região, levantadas durante a realização dos Fóruns Regionais de Governo: a construção de uma segunda ponte ligando os municípios de São Bento Abade e São Thomé das Letras e a duplicação da estrada que liga a BR-381 a cidade de Varginha.
“Não temos dinheiro sobrando, mas com o pouco que temos vamos priorizar as demandas que a população apontou para nós. Não é crise que vai nos abater e nem nos tirar do rumo certo. Nós sabemos qual é o rumo, é aquele que o povo determina para nós”, afirmou.
Também participaram da entrega das casas o secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, o deputado estadual Ulysses Gomes, representando o presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Adalclever Lopes, além de lideranças políticas estaduais e regionais.

Informações: Governo de Minas 

Governador participa da entrega de 793 casas do Minha Casa, Minha Vida em Três Corações

Ao lado do ministro Patrus Ananias, o governador defendeu os programas sociais do governo federal e afirmou que o trabalho é a saída para a crise econômica do país

29/11/2015 13:43
Governador participa da entrega de 793 casas do Minha Casa, Minha Vida em Três Corações - Fotos:
Manoel Marques/Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou nesta sexta-feira (27/11) em Três Corações, no Território Sul, da entrega de 793 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal. Foram investidos R$ 47,5 milhões nas obras no bairro Nova Três Corações, que beneficiarão cerca de 4 mil pessoas com renda familiar inferior a R$ 1,6 mil mensais. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, representou a presidenta Dilma Rousseff.
Pimentel destacou, em seu discurso, a alegria de poder participar da realização do sonho da casa própria. “Hoje, eu estou tendo a alegria de poder entregar quase 800 casas do Minha Casa, Minha Vida, esse programa maravilhoso que começou com o presidente Lula, continua com a presidenta Dilma e, se Deus quiser, não vai terminar enquanto tivermos um único brasileiro ou brasileira sem casa própria. Esse é um compromisso que nós temos”, afirmou.

O governador ressaltou a importância do programa Minha Casa, Minha Vida nos últimos anos no país e citou outras ações nas áreas sociais implementadas pelo governo federal. “O Brasil avançou muito, criou programas que, de fato, estão melhorando a vida da nossa gente, do nosso povo. Isso não pode terminar. É o Minha Casa, Minha vida. É o Prouni (Programa Universidade para Todos). É o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), o Bolsa Família. Tantos programas que estão transformando esse Brasil num país justo, solidário, com renda distribuída e que tem oportunidades para todos”, discursou para uma plateia composta pelos futuros moradores das casas entregues nesta sexta-feira.
Pimentel afirmou ainda que o trabalho é a melhor forma de superar as dificuldades financeiras enfrentadas pelos governos federal e estadual e pelas prefeituras. “Quando começarem a falar de crise, como se o Brasil estivesse acabando, nós vamos reagir da forma que sabemos fazer, que é trabalhando. Isso aqui (as casas entregues) é trabalho. Trabalho da Caixa, dos ministérios da presidenta Dilma, do governo do Estado, da prefeitura. É com trabalho que a gente enfrenta crise, não é fazendo crítica injusta, não é fazendo acusação falsa”, completou.
Antes da cerimônia, Fernando Pimentel visitou a nova casa de Priscila Silmara da Silva, 32 anos, natural de Três Corações. Mãe de quatro filhos, ela, que está desempregada, disse estar agradecida por receber o governador em sua nova moradia. “Estou muito feliz por essa nova casa. Hoje, moro de favor e preciso contar com a ajuda da minha mãe. Isso vai mudar para mim e para os meus filhos”, contou.

Conquistas
O ministro Patrus Ananias salientou a importância da conquista da casa própria. “Cada casa que a gente entrega é uma conquista. A propriedade é um espaço familiar, um espaço de convivência. A gente, às vezes, vê as notícias e parece que o Brasil está acabando, que nada de bom foi feito. São milhares de famílias recebendo a casa própria. E nós estamos ampliando o Minha Casa, Minha Vida, com ações voltadas para a população rural”, disse.
Em vídeo exibido durante a solenidade, a presidenta Dilma Rousseff apresentou dados sobre a evolução do programa habitacional nos últimos anos e ressaltou a importância do mesmo para a redução das desigualdades sociais no Brasil. “Hoje é dia de festa. O Minha Casa, Minha Vida é o mais bem sucedido programa da nossa história. Esse programa está mudando realmente a vida do brasileiro. Já foram entregues 2,4 milhões de casas e há 1,6 milhão de casas em construção”, afirmou.
Cada casa tem dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e aquecimento solar, e é avaliada em R$ 60 mil, com as prestações variando de R$ 25 a R$ 80 ao mês. O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Délsio Garcia, disse que esse valor é inferior ao cobrado em um aluguel em Três Corações. “No Sul de Minas, o Minha Casa, Minha Vida já entregou 22 mil moradias. É importante zelar pela moradia. Essa é uma conquista de vocês”, acrescentou.
O prefeito de Três Corações, Cláudio Cosme Pereira, agradeceu a presença do governador e garantiu que novas ações serão feitas para melhorar a vida das famílias. “Hoje, entregamos 793 casas para quase 4 mil pessoas que viverão em harmonia. Nós não vamos poupar esforços para que tenham mais qualidade de vida. A maior obra é concretizar sonhos”, disse.

Ações
Em Três Corações, o governador Fernando Pimentel afirmou que, até o fim do seu mandato, irá atender a duas demandas históricas da região, levantadas durante a realização dos Fóruns Regionais de Governo: a construção de uma segunda ponte ligando os municípios de São Bento Abade e São Thomé das Letras e a duplicação da estrada que liga a BR-381 a cidade de Varginha.
“Não temos dinheiro sobrando, mas com o pouco que temos vamos priorizar as demandas que a população apontou para nós. Não é crise que vai nos abater e nem nos tirar do rumo certo. Nós sabemos qual é o rumo, é aquele que o povo determina para nós”, afirmou.
Também participaram da entrega das casas o secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, o deputado estadual Ulysses Gomes, representando o presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Adalclever Lopes, além de lideranças políticas estaduais e regionais.

Informações: Governo de Minas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário