Homem suspeito de matar jovem de Jesuânia se entrega para Polícia - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

Ela foi encontrada morta as margens em um rio na área rural da cidade. Populares que passavam pelo local avistaram o corpo e denunciaram a PM. Homem que se entregou já tinha mandato de prisão.

25/01/2016 21:30
Homem suspeito de matar jovem de Jesuânia se entrega para Polícia - Foto: Facebook


Está preso o homem suspeito de participar da morte da Jovem de Amanda de Almeida que morava em Jesuânia. O suspeito se entregou depois que de ser procurado pela Polícia.
Suspeito se entregou - Foto: Facebook
Segundo informações da Polícia Civil, ele era amigo da família e tinha um relacionamento amoroso com a vítima que estava grávida de sete meses.
Ainda segundo informações da Polícia, a gravidez de Amanda pode ser o motivo do crime.
A família ficou em choque quando soube quem era o suspeito, Edilson Rafael Moraes, era amigos da família, ele se entregou no sábado (23), e está em preso temporariamente no presídio de Itajubá.
Segundo a mãe de Amanda, Sra. Marlene, o suspeito chegou a demostrar preocupação com o ocorrido, e pedia justiça e queria saber que fez isso com a jovem.
Ainda segundo informações da mãe da Amanda, elas saíram juntas de casa no dia 31 de dezembro do ano passado, mas precisou voltar para casa para pegar um sapato, quando nesse momento, a sua filha recebeu uma ligação e subiu uma rua conversando com uma pessoa no celular e quando voltou não viu mais a filha. 
A Mãe da jovem assassinada Marlene dos Santos, disse que ligou para filha e ela disse que iria para Lambari e que na hora que chegasse explicaria melhor. Ela não entrou em carro de estranho, ela entrou em carro de gente conhecida", conclui a mãe da jovem que viu a filha.
O corpo de Amanda só foi encontrado dia 02 de Janeiro de 2016 na cidade de Cristina, MG, dentro de um rio conhecido com ''Barra Grande''. Segundo informações da Perícia, a vítima estava grávida de 7 meses e foi morta esfaqueada, pois tinham oito perfurações no corpo.
O Delegado Arílio Cléber Machado, que está no caso disse para reportagem que o suspeito fez diversas ligações para Amanda. Isso indica que ele tinha algum relacionamento com ela.  O outro fato que chama a atenção do delegado é que a Amanda não contou a sua gravidez para família. Segundo consta nos autos, ela estava no sétimo mês gestação. O Delegado também disse que o suspeito se entregou, mas não confessou o crime. O Delegado não considerou ele como autor, mas a hipóteses que ele tenha envolvimento no assassinato de Amanda, a investigação continua.
A prisão do rapaz foi um choque para a família de
Amanda (Foto: Reprodução EPTV)
A Polícia suspeita que houve outras pessoas na morte dela, e serão tomadas medidas judiciais cabíveis para que possam responder à Justiça.
A irmã da vítima acredita no envolvimento de outras pessoas e diz que chegou a sofrer ameaças por telefone."Ligaram para minha tia sábado [dizendo] que não era pra deixar eu sair, que eles iam me pegar também", diz Aline de Almeida.
Para a mãe o caso não pode ficar impune. "É uma menina linda, cheia de sonhos. Infelizmente interromperam os sonhos dela e os nossos", lamenta dona Marlene.
O suspeito deve ser ouvido ainda esta semana.

Entenda o caso
Jovem que estava desaparecida em Jesuânia, MG foi encontrada morta no bairro Vargem Alegre, área rural de Cristina, MG.
Tatuagem da Amanda - 
Foto: Facebook
Segundo informações da Polícia Militar, populares que passavam próximo de um rio avistaram um corpo boiando e acionaram o Bombeiros e o 190. Os Bombeiros Voluntários de Cristina e Polícia Militar foram ao local, isolou o á área e acionaram a Polícia Civil para realizar perícia técnica no terreno e do corpo. A Polícia Civil Técnica constatou vários sinais de perfurações pelo corpo, pescoço, a hipóteses que sejam de facadas.  
De acordo com a PM, com a consulta no sistema interno, um registro de uma pessoa desaparecida na região foi notificado dias atrás e com isso, os militares comunicaram a Polícia de Lambari, onde deram as características do corpo, que confirmaram a ocorrência.Os pais da Amanda foi comunicada para o reconhecimento da filha, mas antes um militar mandou uma foto de uma tatuagem gravada no corpo, que logo os pais reconheceram sendo dela. O corpo foi encaminhado para o IML de Itajubá e os pais o acompanharam para a realização do reconhecimento que mais tarde confirmou sendo de Amanda de Almeida, de 21 anos.


O desaparecimento
A Amanda de Almeida de 21 anos estava desaparecida deste quinta-feira (31). 

Amanda - Foto: Facebook
Por vários dias, a Família e amigos fizeram buscas, montaram ''correntes'' para a divulgação em redes sociais sobre o desparecimentos da jovem.  Segundo informações da Família, ela estava em casa quando de repente, desapareceu. Eles ainda disseram que não notaram nenhum comportamento diferente por parte da jovem. O sumiço da Amanda, foi a tarde, volta das 16:00hs. Amanda não apresentava nenhuma alteração em seu comportamento. "-Não tinha porque ela desaparecer" Afirmou os pais.
Ainda segundo os familiares, um jovem que não confirma ser namorado de Amanda, disse ter visto ela apenas uma vez. Os pais registraram o boletim de ocorrências do desaparecimento da filha na delegacia de Lambari, MG. No momento do desaparecimento, Amanda, estava trajando short jeans claro, camiseta azul marinho com o escrito "Chick" e chinelos.

As investigações
Quando a jovem desapareceu, ela falava ao celular. A suspeita é de que a pessoa com quem ela falava ao telefone tenha alguma ligação com o desaparecimento e a morte. As últimas ligações da jovem foram rastreadas para encontrar alguma pista sobre o autor do crime.
Segundo o delegado regional de Itajubá MG, Pedro Bezerra, o inquérito que vai apurar os fatos será presidido pelo delegado Arilio Machado, da comarca de Cristina MG. Investigadores de Itajubá e Três Corações MG auxiliam no processo. Para preservar o sigilo, o delegado não quis revelar as linhas de investigações. Um homem chegou a ser detido após o corpo ser encontrado, mas foi ouvido e liberado.

_______________________________________
Saiba mais


Homem suspeito de matar jovem de Jesuânia se entrega para Polícia

Ela foi encontrada morta as margens em um rio na área rural da cidade. Populares que passavam pelo local avistaram o corpo e denunciaram a PM. Homem que se entregou já tinha mandato de prisão.

25/01/2016 21:30
Homem suspeito de matar jovem de Jesuânia se entrega para Polícia - Foto: Facebook


Está preso o homem suspeito de participar da morte da Jovem de Amanda de Almeida que morava em Jesuânia. O suspeito se entregou depois que de ser procurado pela Polícia.
Suspeito se entregou - Foto: Facebook
Segundo informações da Polícia Civil, ele era amigo da família e tinha um relacionamento amoroso com a vítima que estava grávida de sete meses.
Ainda segundo informações da Polícia, a gravidez de Amanda pode ser o motivo do crime.
A família ficou em choque quando soube quem era o suspeito, Edilson Rafael Moraes, era amigos da família, ele se entregou no sábado (23), e está em preso temporariamente no presídio de Itajubá.
Segundo a mãe de Amanda, Sra. Marlene, o suspeito chegou a demostrar preocupação com o ocorrido, e pedia justiça e queria saber que fez isso com a jovem.
Ainda segundo informações da mãe da Amanda, elas saíram juntas de casa no dia 31 de dezembro do ano passado, mas precisou voltar para casa para pegar um sapato, quando nesse momento, a sua filha recebeu uma ligação e subiu uma rua conversando com uma pessoa no celular e quando voltou não viu mais a filha. 
A Mãe da jovem assassinada Marlene dos Santos, disse que ligou para filha e ela disse que iria para Lambari e que na hora que chegasse explicaria melhor. Ela não entrou em carro de estranho, ela entrou em carro de gente conhecida", conclui a mãe da jovem que viu a filha.
O corpo de Amanda só foi encontrado dia 02 de Janeiro de 2016 na cidade de Cristina, MG, dentro de um rio conhecido com ''Barra Grande''. Segundo informações da Perícia, a vítima estava grávida de 7 meses e foi morta esfaqueada, pois tinham oito perfurações no corpo.
O Delegado Arílio Cléber Machado, que está no caso disse para reportagem que o suspeito fez diversas ligações para Amanda. Isso indica que ele tinha algum relacionamento com ela.  O outro fato que chama a atenção do delegado é que a Amanda não contou a sua gravidez para família. Segundo consta nos autos, ela estava no sétimo mês gestação. O Delegado também disse que o suspeito se entregou, mas não confessou o crime. O Delegado não considerou ele como autor, mas a hipóteses que ele tenha envolvimento no assassinato de Amanda, a investigação continua.
A prisão do rapaz foi um choque para a família de
Amanda (Foto: Reprodução EPTV)
A Polícia suspeita que houve outras pessoas na morte dela, e serão tomadas medidas judiciais cabíveis para que possam responder à Justiça.
A irmã da vítima acredita no envolvimento de outras pessoas e diz que chegou a sofrer ameaças por telefone."Ligaram para minha tia sábado [dizendo] que não era pra deixar eu sair, que eles iam me pegar também", diz Aline de Almeida.
Para a mãe o caso não pode ficar impune. "É uma menina linda, cheia de sonhos. Infelizmente interromperam os sonhos dela e os nossos", lamenta dona Marlene.
O suspeito deve ser ouvido ainda esta semana.

Entenda o caso
Jovem que estava desaparecida em Jesuânia, MG foi encontrada morta no bairro Vargem Alegre, área rural de Cristina, MG.
Tatuagem da Amanda - 
Foto: Facebook
Segundo informações da Polícia Militar, populares que passavam próximo de um rio avistaram um corpo boiando e acionaram o Bombeiros e o 190. Os Bombeiros Voluntários de Cristina e Polícia Militar foram ao local, isolou o á área e acionaram a Polícia Civil para realizar perícia técnica no terreno e do corpo. A Polícia Civil Técnica constatou vários sinais de perfurações pelo corpo, pescoço, a hipóteses que sejam de facadas.  
De acordo com a PM, com a consulta no sistema interno, um registro de uma pessoa desaparecida na região foi notificado dias atrás e com isso, os militares comunicaram a Polícia de Lambari, onde deram as características do corpo, que confirmaram a ocorrência.Os pais da Amanda foi comunicada para o reconhecimento da filha, mas antes um militar mandou uma foto de uma tatuagem gravada no corpo, que logo os pais reconheceram sendo dela. O corpo foi encaminhado para o IML de Itajubá e os pais o acompanharam para a realização do reconhecimento que mais tarde confirmou sendo de Amanda de Almeida, de 21 anos.


O desaparecimento
A Amanda de Almeida de 21 anos estava desaparecida deste quinta-feira (31). 

Amanda - Foto: Facebook
Por vários dias, a Família e amigos fizeram buscas, montaram ''correntes'' para a divulgação em redes sociais sobre o desparecimentos da jovem.  Segundo informações da Família, ela estava em casa quando de repente, desapareceu. Eles ainda disseram que não notaram nenhum comportamento diferente por parte da jovem. O sumiço da Amanda, foi a tarde, volta das 16:00hs. Amanda não apresentava nenhuma alteração em seu comportamento. "-Não tinha porque ela desaparecer" Afirmou os pais.
Ainda segundo os familiares, um jovem que não confirma ser namorado de Amanda, disse ter visto ela apenas uma vez. Os pais registraram o boletim de ocorrências do desaparecimento da filha na delegacia de Lambari, MG. No momento do desaparecimento, Amanda, estava trajando short jeans claro, camiseta azul marinho com o escrito "Chick" e chinelos.

As investigações
Quando a jovem desapareceu, ela falava ao celular. A suspeita é de que a pessoa com quem ela falava ao telefone tenha alguma ligação com o desaparecimento e a morte. As últimas ligações da jovem foram rastreadas para encontrar alguma pista sobre o autor do crime.
Segundo o delegado regional de Itajubá MG, Pedro Bezerra, o inquérito que vai apurar os fatos será presidido pelo delegado Arilio Machado, da comarca de Cristina MG. Investigadores de Itajubá e Três Corações MG auxiliam no processo. Para preservar o sigilo, o delegado não quis revelar as linhas de investigações. Um homem chegou a ser detido após o corpo ser encontrado, mas foi ouvido e liberado.

_______________________________________
Saiba mais


Nenhum comentário:

Postar um comentário