PUBLICIDADES

LOCAFÁCIL

UNINTER

UNINTER
Indique meu número de RU: 2136405 na sua matrícula em qualquer curso e ganhe desconto.

J MATOS CORRETORA

EDU PNEUS

EDU PNEUS

BRASIL LIKE

03/05/2016

Quatro suspeitos de assalto em Três Corações são apresentados em BH

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos foram presos na última semana. Parte do R$ 1,8 milhão levado de agência bancária foi recuperada.


03/05/2016
Quatro suspeitos de assalto em Três Corações são apresentados em BH - Foto/reprodução: EPTV
A Polícia Civil de Minas Gerais apresentou, nesta segunda-feira (2), em Belo Horizonte, quatro dos cinco suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha especializada em roubo a bancos e sequestro de funcionários. Eles foram presos na última semana. Os suspeitos eram procurados pelas polícias do Paraná e de São Paulo.
De acordo com a polícia de Minas, a quadrilha era investigada por um assalto a uma agência do Banco do Brasil em Três Corações, no sul do estado, em abril deste ano. Na ocasião, a quadrilha levou cerca de R$ 1,8 milhão da agência. Parte deste dinheiro foi recuperada. Veículos novos que teriam sido comprados com o resultado do assalto foram apreendidos.
O grupo, segundo a polícia, passou mais de um mês estudando a rotina dos funcionários. No dia do assalto, eles invadiram a casa do gerente de banco e fizeram parte da família dele refém.
“Levaram os pais idosos para um cativeiro numa noite fria, às 4h, em quando chegaram à agência bancária, por já terem investigado a vida dos seguranças, dos outros funcionários, conseguiram subtrair determinada quantia alegando que os pais já estavam no cativeiro e qualquer coisa que desse errado ali iria repercutir diretamente na vida destas pessoas sequestradas”, explicou o delegado Pedro Paulo Marques.
“Não tinham medo de esconder o rosto e falavam que eram procurados, mas não tinham medo e iriam continuar agindo. Então, este foi o primeiro evento em Minas Gerais e nós conseguimos o êxito de apurar e prender cinco envolvidos nesta quadrilha sendo que ela foi praticamente desarticulada e a gente continua as investigações para prender o restante da quadrilha”, disse o delegado Ramon Sandoli.
Segundo o delegado Pedro Paulo Marques, um dos criminosos que participou da ação foi preso na divisa entre os estados de São Paulo e Mato Grosso, quando tentava fugir. O homem, que aparece nas imagens do circuito interno da agência, foi reconhecido pelo gerente do banco.
Outras quatro pessoas suspeitas de fazer parte da quadrilha também foram presas: dois homens e uma mulher em São Paulo e mais um homem em São Tomé das Letras (MG).
Ainda conforme o delegado, a quadrilha comete assaltos a bancos há pelo menos 4 anos. Eles já teriam agido em cidades das regiões Sul, Nordeste, Centro-oeste e Sudeste. Em Minas Gerais, este foi o primeiro assalto.

Polícia Civil reconstitui assalto que levou R$ 1,8 mi do BB em MG

Criminosos sequestraram pais de gerente de banco para roubar quantia.
Cinco pessoas foram presas suspeitas de participação no assalto.

A Polícia Civil reconstituiu nesta quinta-feira (28) o assalto à agência do Banco do Brasil que aconteceu no dia 14 de abril em Três Corações (MG). Cerca de 40 policiais civis e homens do Departamento de Operações Especiais (Deoesp) isolaram a rua da agência bancária para fazer a reconstituição. A polícia informou que cinco pessoas já foram presas suspeitas de participação.
Para levar cerca de R$ 1,8 milhão da agência, os criminosos sequestraram os pais do gerente e o obrigaram a entregar o dinheiro. Conforme a Polícia Militar, o gerente foi obrigado a dizer que estava acontecendo uma auditoria para não chamar a atenção dos funcionários.
Segundo o delegado Pedro Paulo Marques, um dos criminosos que participou da ação foi preso na divisa entre os estados de São Paulo e Mato Grosso, quando tentava fugir. O homem, que aparece nas imagens do circuito interno da agência, foi reconhecido pelo gerente do banco. Outras quatro pessoas suspeitas de fazer parte da quadrilha também foram presas: dois homens e uma mulher em São Paulo e mais um homem em São Tomé das Letras (MG).
Ainda conforme o delegado, a quadrilha comete assaltos a bancos há pelo menos 4 anos. Eles já teriam agido em cidades das regiões Sul, Nordeste, Centro-oeste e Sudeste. Em Minas Gerais, este foi o primeiro assalto.
Ainda conforme o delegado, a quadrilha já roubou cerca de R$ 12 milhões.

Sequestro e roubo a banco
Segundo a Polícia Civil, o crime começou com o sequestro dos pais do gerente do banco. Os dois foram levados de casa enquanto o filho teve que ir até a agência, que fica na área central da cidade. Lá ele foi obrigado a entregar o dinheiro para os criminosos, que fugiram em seguida. A ação foi discreta e ninguém percebeu. Segundo a Polícia Militar, os criminosos obrigaram o gerente a dizer que estava acontecendo uma auditoria, para não chamar a atenção dos outros funcionários.
A família teve que passar a noite sob o poder dos assaltantes. Por volta de 4h, os pais do bancário foram levados para uma estrada rural às margens da Rodovia Fernão Dias. Eles ficaram no local por cerca de 7 horas até os assaltantes ligarem para o gerente revelando o paradeiro. Ninguém ficou ferido.

 Polícia Civil faz reconstituição de assalto a banco em Três Corações (Foto: Alô Alô Cidade)

Fonte: G1

CURTA O FACEBOOK

PUBLICIDADES

CENTRAL PRESENTES

DROGARIA PRINCESA

SERRARIA SILVEIRA

SILVAS BAR

AUTO ESCOLA LAMBARI

CANAL ALÔ ALÔ CIDADE

FACEBOOK EM TEMPO REAL

Copyright © ALÔ ALÔ CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top