Publicidade

A Codemge lamenta o ocorrido, que, além de lesar o bem público e prejudicar a prestação de serviços à comunidade e o turismo local, acarreta prejuízo econômico e financeiro à sociedade e ao Estado.


26/04/2018
A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), responsável pela gestão do Parque das Águas de Caxambu, informa que, após constatar furto de parte da fiação de cobre no local, registrou Boletim de Ocorrência junto à Polícia Militar na última terça-feira (24/4). A PM esteve no Parque, verificou a situação e registrou o crime. A Polícia estimou que mais de 240 metros de fios de 50mm e 70mm, além de fiação fina, tenham sido cortados e retirados do Parque, o que corresponderia a pelo menos 100 quilos de material.

Devido ao ato de vandalismo, o Parque das Águas está temporariamente sem luz, desde a fonte Venâncio até a Portaria do Bosque. O fato ocasiona, ainda, a falta de água no empreendimento, já que o abastecimento da caixa d’água foi interrompido.


A Codemge está tomando as providências necessárias para que o funcionamento do Parque seja normalizado o mais brevemente possível. Para tanto, é necessário realizar a compra de novo material, em substituição ao que foi furtado, e a contratação de mão de obra.

Como ente público, a gestora do empreendimento terá de promover essa aquisição por processo licitatório. Considerando que o Conjunto Paisagístico e Arquitetônico do Parque das Águas de Caxambu é tombado pelo Estado, a intervenção deve ocorrer também em alinhamento com o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG).

A Codemge lamenta o ocorrido, que, além de lesar o bem público e prejudicar a prestação de serviços à comunidade e o turismo local, acarreta prejuízo econômico e financeiro à sociedade e ao Estado.

Furto no Parque das Águas de Caxambu ocasiona falta de água e luz

A Codemge lamenta o ocorrido, que, além de lesar o bem público e prejudicar a prestação de serviços à comunidade e o turismo local, acarreta prejuízo econômico e financeiro à sociedade e ao Estado.


26/04/2018
A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), responsável pela gestão do Parque das Águas de Caxambu, informa que, após constatar furto de parte da fiação de cobre no local, registrou Boletim de Ocorrência junto à Polícia Militar na última terça-feira (24/4). A PM esteve no Parque, verificou a situação e registrou o crime. A Polícia estimou que mais de 240 metros de fios de 50mm e 70mm, além de fiação fina, tenham sido cortados e retirados do Parque, o que corresponderia a pelo menos 100 quilos de material.

Devido ao ato de vandalismo, o Parque das Águas está temporariamente sem luz, desde a fonte Venâncio até a Portaria do Bosque. O fato ocasiona, ainda, a falta de água no empreendimento, já que o abastecimento da caixa d’água foi interrompido.


A Codemge está tomando as providências necessárias para que o funcionamento do Parque seja normalizado o mais brevemente possível. Para tanto, é necessário realizar a compra de novo material, em substituição ao que foi furtado, e a contratação de mão de obra.

Como ente público, a gestora do empreendimento terá de promover essa aquisição por processo licitatório. Considerando que o Conjunto Paisagístico e Arquitetônico do Parque das Águas de Caxambu é tombado pelo Estado, a intervenção deve ocorrer também em alinhamento com o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG).

A Codemge lamenta o ocorrido, que, além de lesar o bem público e prejudicar a prestação de serviços à comunidade e o turismo local, acarreta prejuízo econômico e financeiro à sociedade e ao Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário