Publicidade

Evento será realizado para comemorar os 10 anos de criação do grupo formado por detentos do Presídio de São Lourenço

17/05/2018

Hebraico, italiano, alemão, grego e latim. Nestes e em outros idiomas, 11 detentos do Presídio de São Lourenço farão um concerto nesta sexta-feira (18/5), na Basílica de São Lourenço Mártir, às 19h30, localizada no centro da cidade.

O evento é promovido para celebrar os 10 anos de criação do Coral Vozes da Cela, formado exclusivamente por homens em cumprimento de pena nos regimes aberto e semiaberto. O grupo já foi assistido por aproximadamente 20 mil pessoas, em mais de 500 apresentações.

O concerto terá a participação especial da soprano Patrícia Vilches, formada pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro, especializada em Ópera Alemã na Universidade de Música e Teatro de Munique e interpretação operística na Ópera da Baviera.

A Basílica de São Lourenço recebeu por diversas vezes o Vozes da Cela, para concertos e celebrações litúrgicas nos dez anos de atividades. Dentre as mais importantes apresentações do grupo, destacam-se a abertura oficial da Conferência Nacional de Segurança Pública e do Congresso Brasileiro de Secretários de Segurança Pública, ambos em Belo Horizonte.

O grupo também cantou no Festival Internacional de Corais, no Teatro Municipal de Ouro Preto, e ainda no Teatro Municipal de Sabará e na Escola de Música da UFMG. Em São Lourenço e na Região Sul do estado, esteve em diversos em diversos eventos.

Para o maestro e responsável pelos ensaios dos presos, diretor de Atendimento do Presídio de São Lourenço, José Henrique Martins, o trabalho desenvolvido por meio da música com os detentos busca incentivá-los, para que sempre façam o melhor possível e sejam responsáveis pelo seu próprio destino.

“Minha maior alegria, é ver que o projeto deu bons frutos, ajudando a transformar vidas. Isso, realmente nos envolve. Cada aplauso do público, para nós do grupo, é uma vitória”, reflete José Henrique Martins.

Vozes da Cela

O coral nasceu em 18 de maio de 2008, como parte de um projeto de ressocialização e humanização, na Escola Estadual São Francisco de Assis, que funciona dentro do Presidio de São Lourenço.

As professoras Shirley Rose Almeida e Cláudia Regina Paulino foram as idealizadoras do projeto, o qual recebeu o apoio do maestro e servidor do Sistema Prisional, José Henrique Martins, dando continuidade à iniciativa.

Na escola são realizados os ensaios e os professores atuam como parceiros, auxiliando nos conhecimentos necessários para as apresentações, como por exemplo, na tradução de letras e ensino da pronúncia.

Para ingressar no grupo é preciso muito mais do que talento, o detento deve estar trabalhando e estudando e para isso passa pela avaliação de uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogo, assistente social, analista técnico jurídico, médico, gerente de produção e servidores da área de segurança e inteligência.

SERVIÇO:

Evento: Comemoração aos Dez Anos de Fundação do Coral Vozes da Cela do Presídio de São Lourenço

Data: 18/5/2018 – sexta-feira

Horário: 19h30

Local: Basílica de São Lourenço Mártir

Endereço: Avenida Dom Pedro II, s/n – Centro – São Lourenço – MG

Fonte: O secretário adjunto de Administração Prisional está disponível para entrevista

Detentos do coral Vozes da Cela fazem apresentação de dez anos do grupo na Basílica de São Lourenço Mártir

Evento será realizado para comemorar os 10 anos de criação do grupo formado por detentos do Presídio de São Lourenço

17/05/2018

Hebraico, italiano, alemão, grego e latim. Nestes e em outros idiomas, 11 detentos do Presídio de São Lourenço farão um concerto nesta sexta-feira (18/5), na Basílica de São Lourenço Mártir, às 19h30, localizada no centro da cidade.

O evento é promovido para celebrar os 10 anos de criação do Coral Vozes da Cela, formado exclusivamente por homens em cumprimento de pena nos regimes aberto e semiaberto. O grupo já foi assistido por aproximadamente 20 mil pessoas, em mais de 500 apresentações.

O concerto terá a participação especial da soprano Patrícia Vilches, formada pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro, especializada em Ópera Alemã na Universidade de Música e Teatro de Munique e interpretação operística na Ópera da Baviera.

A Basílica de São Lourenço recebeu por diversas vezes o Vozes da Cela, para concertos e celebrações litúrgicas nos dez anos de atividades. Dentre as mais importantes apresentações do grupo, destacam-se a abertura oficial da Conferência Nacional de Segurança Pública e do Congresso Brasileiro de Secretários de Segurança Pública, ambos em Belo Horizonte.

O grupo também cantou no Festival Internacional de Corais, no Teatro Municipal de Ouro Preto, e ainda no Teatro Municipal de Sabará e na Escola de Música da UFMG. Em São Lourenço e na Região Sul do estado, esteve em diversos em diversos eventos.

Para o maestro e responsável pelos ensaios dos presos, diretor de Atendimento do Presídio de São Lourenço, José Henrique Martins, o trabalho desenvolvido por meio da música com os detentos busca incentivá-los, para que sempre façam o melhor possível e sejam responsáveis pelo seu próprio destino.

“Minha maior alegria, é ver que o projeto deu bons frutos, ajudando a transformar vidas. Isso, realmente nos envolve. Cada aplauso do público, para nós do grupo, é uma vitória”, reflete José Henrique Martins.

Vozes da Cela

O coral nasceu em 18 de maio de 2008, como parte de um projeto de ressocialização e humanização, na Escola Estadual São Francisco de Assis, que funciona dentro do Presidio de São Lourenço.

As professoras Shirley Rose Almeida e Cláudia Regina Paulino foram as idealizadoras do projeto, o qual recebeu o apoio do maestro e servidor do Sistema Prisional, José Henrique Martins, dando continuidade à iniciativa.

Na escola são realizados os ensaios e os professores atuam como parceiros, auxiliando nos conhecimentos necessários para as apresentações, como por exemplo, na tradução de letras e ensino da pronúncia.

Para ingressar no grupo é preciso muito mais do que talento, o detento deve estar trabalhando e estudando e para isso passa pela avaliação de uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogo, assistente social, analista técnico jurídico, médico, gerente de produção e servidores da área de segurança e inteligência.

SERVIÇO:

Evento: Comemoração aos Dez Anos de Fundação do Coral Vozes da Cela do Presídio de São Lourenço

Data: 18/5/2018 – sexta-feira

Horário: 19h30

Local: Basílica de São Lourenço Mártir

Endereço: Avenida Dom Pedro II, s/n – Centro – São Lourenço – MG

Fonte: O secretário adjunto de Administração Prisional está disponível para entrevista

Nenhum comentário:

Postar um comentário