Amigo de casal é preso suspeito de matar mulher na zona rural de Ilicínea, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Amigo de casal é preso suspeito de matar mulher na zona rural de Ilicínea, MG

Compartilhar isso

Segundo polícia, suspeito passou o dia todo com casal em churrasco e cometeu o crime à noite. Vítima de 25 anos tinha marcas de violência no corpo.


Um homem de 47 anos foi preso na manhã deste domingo (19/08) suspeito de matar uma mulher na noite de sábado (18/08) na zona rural de Ilicínea (MG). Segundo a polícia, ele era amigo do marido da vítima e passou a tarde na casa deles em um churrasco. À noite, voltou ao local para cometer o crime. Édina Lima de Oliveira, de 25 anos, desapareceu na noite de sábado. O corpo dela foi encontrado sem roupas, jogado em um barranco ao lado da casa, no bairro rural na região da Serrinha. O corpo tinha ferimentos, principalmente na cabeça.
A versão apurada pela polícia é de que Édina e o marido ficaram a tarde toda com o homem em casa, onde faziam churrasco. No fim da tarde, o marido e o homem foram a um bar. De lá, o marido teve que ir para Ilicínea.
Amigo de casal é preso suspeito de matar mulher na zona rural de Ilicínea, MG - Foto/reprodução: G1

A suspeita é que o homem tenha aproveitado o fato da jovem estar sozinha em casa para voltar e cometer o crime. O marido voltou para casa e não encontrou a mulher. Ele pediu ajuda de vizinhos e só localizou o corpo durante a manhã.
A polícia foi chamada. Na casa da vítima, a perícia encontrou roupas da vítima, além de um boné e um chinelo que seriam do suspeito.
Ele foi preso em uma casa, onde mora com os irmãos. O corpo de Édina foi retirado do local de difícil acesso pelos bombeiros, com a ajuda de cordas. A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal de Varginha (MG). As causas da morte serão apuradas.
O homem foi levado para a delegacia de Boa Esperança (MG) e deve ser ouvido em Varginha, na delegacia de plantão.
Édina Lima de Oliveira, de 25 anos, foi morta na zona rural de Ilicínea (MG) (Foto: Arquivo Pessoal)

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário