Duas pessoas foram presas suspeitas de matar filho do dono de bar em tentativa de roubo em MG - ALÔ ALÔ CIDADE

PUBLICIDADE

Duas pessoas foram presas suspeitas de matar filho do dono de bar em tentativa de roubo em MG

Compartilhar isso

Os dois suspeitos foram encontrados em uma casa na zona rural, perto de Corumbataí. A tentativa de roubo foi em São Sebastião da Bela Vista, MG


Dois homens foram presos nesta tarde de quarta-feira (20/03), suspeitos de participar da tentativa de roubo e morte de um jovem em um bar na zona rural de São Sebastião da Bela Vista, MG no começo de março do ano corrente. Eles foram encontrados em uma casa na zona rural de Corumbataí, Rio Claro-SP. Segundo informações da Polícia Civil, um deles confessou o crime.

Câmera flagrou o crime no bar - Foto/reprodução: Alô Alô Cidade

Os dois homens são suspeitos de matar o adolescente de 15 anos que defendeu o pai durante uma tentativa de assalto a um bar da família. O jovem reagiu ao roubo no estabelecimento do pai e lutou com um dos criminosos, em São Sebastião da Bela Vista.
A. A. e F., foram presos em Rio Claro e devem ser encaminhados para a cadeia de Santa Rita do Sapucaí-MG

O crime

Guilherme Ribeiro de 15 anos e o pai, que é dono do bar, foram abordados por dois homens na noite do dia 5 de março. O menino de 15 anos reagiu a uma tentativa de assalto e morreu baleado no final em São Sebastião da Bela Vista, MG.


Segundo informações da Polícia Militar, dois bandidos encapuzados abordaram o pai e o filho no momento em que estavam fechando o bar. Um dos indivíduos que estava armado ameaçou os dois. O outro que fazia a cobertura na ação, acabou envolvendo em uma confusão com o dono do bar. A vítima filho do dono, ao perceber que o pai era ameaçado segurou um dos bandidos, tirou o capuz do bandido, mas acabou baleado pelo o outro comparsa armado.

Durante a ação, um dos assaltantes atira contra a cabeça de Guilherme. No vídeo, não é possível ver o momento do disparo. O jovem Guilherme Ribeiro de 15 anos chegou a ser socorrido em estado grave e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.  

A polícia segue nas buscas pelos suspeitos. Eles não conseguiram levar nenhuma quantia em dinheiro. A vítima foi até o bar para ajudar o pai a fechar o estabelecimento após participar de um grupo de orações.


spider