Homem que foi atropelado na Fernão Dias é reconhecido pela família em Campanha, MG – ALÔ ALÔ CIDADE

Homem que foi atropelado na Fernão Dias é reconhecido pela família em Campanha, MG

A ocorrência foi durante a madrugada desta segunda-feira (06). A foto da vítima foi divulgada no grupo do jornal e reconhecido pela família minutos depois.

06/11/2017

O homem que foi atropelado no final da madrugada desta segunda-feira (06/11), na rodovia Fernão Dias próximo de São Sebastião da Bela Vista, MG.

De acordo com o Blog Airton Chips, o corpo foi encontrado sem documentos à margem da via, entre São Sebastião da Bela Vista e Careaçú, a cerca de 30 quilômetros de Pouso Alegre. O jovem usava apenas uma bermuda jeans. Segundo informações do IML, além das tatuagens próprias de presidiários ou simpatizantes de facções criminosas tais como: “carpas”, “escorpiões” e “palhaços”, o corpo tem também tatuagens com nomes de pessoas, provavelmente familiares ou, do seu convívio tais como: duas ‘lagrimas’ abaixo do olho esquerdo; Um cifrão ($) perto do olho esquerdo; Wilian, no antebraço direito; Yasmim, no antebraço direito; Ana Julia, no pé; Thais, no tornozelo; Patricia, na nuca; “Vida loka” nas costas; Jesus com um terço, na face posterior da mão esquerda; ZONE nos dedos da mão esquerda e, ainda Piercing na sobrancelha direita. O corpo, não havia sido identificado, estava no IML de Pouso Alegre.

Após ser divulgado a reportagem no Blog do Aírton Chips, fotos da vítima, autorizado pelo Delegado de Homicídio de Pouso Alegre, o mesmo chegou ao nosso grupo de WhatsApp, do Alô Alô Cidade, quando familiares reconheceram o corpo, sendo de Wesley César de Oliveira, 23 anos, da cidade da Campanha.

Reportagem do Blog do Airton Chips de Pouso Alegre

O Alô Alô Cidade, sabendo do caso, foi em busca de mais informações com familiares, e segundo eles, o Wesley saiu de casa com um grupo de amigos para jogar futebol em Natércia, MG no dia anterior. Após o jogo, os amigos foram embora e o deixaram para trás. Ainda segundo informações da família, ele teria ingerido bebidas alcoólicas e tentou pedir carona na rodovia, mas não conseguiu. No local Wesley também foi socorrido por moradores, sendo medicados e liberado. A família estava a procura dele faziam 24hs, e ninguém sabia do paradeiro. A Polícia acredita que a vítima foi atropelada após tentar pedir carona na rodovia.

Wesley Cesar de Oliveira, vulgo “Hello Kity” tem passagens pela Polícia e foi reconhecido pela tatuagens que cobriam quase todo seu corpo. Sua última condenação foi na Penitenciaria de Três Corações, de onde saiu no dia 15 de junho do corrente ano.

Os familiares também reconheceram a foto e foram busca-lo no IML de Pouso Alegre na noite desta segunda-feira.
Wesley deixa sua esposa grávida de quase 2 meses e muitos amigos.

”Ele tinha acabo de arrumar emprego e queria ser exemplo de pai, não queria ser o Hello Kity do passado, mas sim o Wesley, porém o destino escolheu outro caminho a ele.” Disse a sua esposa ao jornal.

PUBLICIDADE

 

Deixe uma resposta

11 33