PUBLICIDADES

LOCAFÁCIL

UNINTER

UNINTER
Indique meu número de RU: 2136405 na sua matrícula em qualquer curso e ganhe desconto.

J MATOS CORRETORA

EDU PNEUS

EDU PNEUS

BRASIL LIKE

20/04/2015

Menina de 14 anos dá à luz em vaso sanitário de hospital em Campestre

Jovem não sabia da gravidez e procurou hospital com dores na barriga.
Logo após receber a notícia, ela foi ao banheiro e teve o bebê no local.

20/04/2015 20:52
Menina descobriu que estava grávida em hospital e teve bebê no banheiro (Foto: Marcelo Rodrigues / EPTV)

Uma jovem de 14 anos deu à luz dentro do banheiro do pronto-socorro de Campestre MG. A menina disse que não sabia da gravidez, e só descobriu já na instituição, quando procurou atendimento médico depois de sentir fortes dores na barriga. No hospital, a garota foi ao banheiro e acabou tendo um parto normal no vaso sanitário.
A menina afirma não ter desconfiado da gravidez. Ao sentir fortes dores na barriga, ela foi levada para o pronto-socorro, onde foi atendida por uma médica e pela enfermeira Eliane Cristina Pereira. "Ela foi atendida e examinada pela doutora, que a colocou em observação. A doutora questionou uma possível gravidez, ela disse que não, que estava menstruada. Mas no exame físico a doutora suspeitou da gravidez e pediu um detector fetal", conta.
Com a ajuda de um aparelho chamado Sonar, foi possível detectar os batimentos cardíacos do bebê e descobrir a gravidez, mas não foi possível perceber que a menina já estava em trabalho de parto.

Segundo os funcionário do hospital, quando as enfermeiras saíram para buscar os medicamentos prescritos para aliviar a dor que a paciente estava sentindo, a menina levantou da cama e foi até o banheiro. Ali, o bebê nasceu e ficou dentro do vaso sanitário. "Eu fiquei meio em choque, não sabia o que eu fazia. Aí eu ouvi a voz da enfermeira, gritei ela e [a enfermeira foi lá [no banheiro]", conta a estudante Kátia Manuele.

O procedimento para salvar a recém-nascida teve que ser rápido. O bebê quase se afogou com a água do vaso sanitário e a equipe médica precisou usar um aspirador. "Cortou o cordão umbilical, levamos a criança pra sala de emergência, aí a técnica de enfermagem começou a aspiração, fazendo com que a criança voltasse", lembra Eliane.
Depois do susto, a escolha do nome ficou fácil: Vitória, sugestão dos funcionários do pronto-socorro. "Desejo bastante saúde e sorte, porque ela é uma menina de sorte", diz a técnica em enfermagem Tânia Moreira, responsável por salvar a criança.
Família se uniu pra cuidar de menina (Foto: Marcelo Rodrigues / EPTV)

Nova mãe
Vitória nasceu saudável, com três quilos e 55 centímetros. Kátia agora se acostuma com o novo papel de mãe. "Eu nem podia imaginar que ela estaria aqui hoje. É uma bênção", declara a estudante.
As roupinhas e fraldas da menina foram doadas às pressas por amigos e parentes. A família, que cresceu rápido, se adequa a uma nova formação. Aos 31 anos, com outros filhos pequenos, incluindo um bebê de seis meses, a mãe de Kátia acaba de se tornar avó. "Uma criança nascer desse jeito, foi um milagre de Deus. Ela está forte e firme", declara Dejanete Ribeiro Nascimento.

Leia mais no G1

CURTA O FACEBOOK

PUBLICIDADES

CENTRAL PRESENTES

DROGARIA PRINCESA

SERRARIA SILVEIRA

SILVAS BAR

AUTO ESCOLA LAMBARI

CANAL ALÔ ALÔ CIDADE

FACEBOOK EM TEMPO REAL

Copyright © ALÔ ALÔ CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top