Publicidade

Contemplados em edital da Codemge receberão mais de R$ 560 mil em recursos. Expectativa é de melhoria de condições de produção e aumento de renda

25/05/2018

Imagine uma toalha de mesa toda bordada, ou uma colcha de cama feita de fuxico. Uma peça em pedra-sabão ou cabaça, uma namoradeira de cerâmica ou uma jarra de estanho. Agora tente imaginar uma casa mineira sem qualquer um dos itens citados acima. Quase impossível!
O artesanato mineiro é conhecido em todo o mundo, ganhando lugar não só por aqui. Para diminuir a informalidade do setor, fomentar as economias locais e capacitar os artesãos, o Governo de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), lançou o edital de fomento ao artesanato, que teve seis instituições contempladas.
Elas receberão, no total, R$ 560 mil para investir na produção. De acordo com estimativa realizada pelo Instituto Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor (Centro Cape), o valor disponibilizado pelo edital irá injetar mais de R$ 340 mil na indústria para a compra de insumos. Para cada artesão beneficiado, a expectativa é que dois outros trabalhadores sejam beneficiados indiretamente.
A diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemge, Fernanda Machado, destaca que esse tipo de edital é inédito. “Buscamos iniciativas similares em outros estados e não encontramos. O que há, normalmente, são editais para apoiar os artesãos a participarem de eventos. Aqui, o apoio às instituições será para que elas comprem matéria prima, melhorem sua produção, qualificação e comercialização. O Governo do Estado quer dar o protagonismo devido ao artesão mineiro”.
Estima-se que existam 300 mil artesãos no estado, que alimentam um mercado de mais de dois bilhões de reais por ano. “Com essa iniciativa esperamos movimentar cerca de R$ 970 mil na economia, pois cada um real que investimos gera cerca de R$1,72 de volta”, explica Fernanda.
As associações ou cooperativas podiam pleitear, via edital, até o valor de R$ 100 mil. Elas receberão o valor aprovado em até quatro parcelas de no máximo R$ 25 mil cada. O resultado foi divulgado no dia 16 de abril, e o pagamento do primeiro repasse deverá ser feito ainda em maio para as instituições, que deverão prestar conta da aplicação dos recursos.
Fundada há 14 anos em Betim, no Território Metropolitano, a Associação Futurarte reúne dez artesãs em situação de vulnerabilidade social da área rural da cidade. Elas trabalham com peças de tecelagem, cerâmica e cestaria, utilizando jornal, revista, sacos de cimento e ração, retalhos de couro e tecido, entre outros.
“Entrei na associação em 2006, estava desempregada, o trabalho aqui mudou minha vida. Fazemos caixas para presente, cestos de roupa, bolsas, bloquinhos. Estamos precisando muito de material, então Deus abençoa que vai ser muito bom pra gente esse dinheiro”, espera a artesã Maria Alves Ribeiro, de 61 anos.
A Futurarte, que tem apoio do Instituto Ramacrisna, entrou no edital para conseguir materiais, como máquina de corte e equipamentos para a finalização dos produtos, e melhorar sua produção. Com o dinheiro, serão adquiridas, ainda, cadeiras reguláveis e que sejam compatíveis com a altura das mesas de trabalho, melhorando a ergonomia para as artesãs.
Os produtos são comercializados no showroom em Betim, em outros pontos de apoio, e também no Palácio das Artes e no Museu das Minas e Metal, em Belo Horizonte.


Proposta sustentável
Sediada em Maria da Fé, no Território Sul, a Cooperativa Marianense de Artesanato – Gente de Fibra reúne 20 artesãos e tem capacidade produtiva de 200 peças mensais, entre itens decorativos e utilitários. A ideia, com a verba que será recebida pela Codemge, é aumentar a produção.
“Hoje, a base do que a gente faz é papel machê e cola. Um galão de cola de 50kg custa em torno de R$ 600, e dura um mês e meio no máximo. Então a gente não consegue comprar matéria prima em quantidade para estocar e aumentar a produção. Nossa expectativa é conseguir adquirir material, e quem sabe assim chamar até mais gente para vir trabalhar”, conta a diretora comercial da cooperativa, Érica Aparecida de Campos.
A Gente de Fibra tem uma proposta sustentável, e, para tanto, utiliza materiais como papelão, fibra de bananeira, papel Kraft e outros. “A cidade já tem a consciência de reaproveitar o material aqui, então recebemos doação dos comerciantes locais. Por ano, reciclamos em média uma tonelada de papelão”, afirma. O material, que seria descartado, é transformado em lindas fruteiras, pratos, bowls, mandalas, castiçais, luminárias e outros.
Atualmente, cerca de 40% do que é produzido é vendido em showroom na cooperativa, 55% enviado para lojistas de todo o país, sendo São Paulo e Rio de Janeiro os maiores compradores, e 5% exportado para países como Espanha, Áustria, Austrália, Estados Unidos, China e Chile.

Artesanato mineiro
Artesanato e geração de negócios caminham juntos em Minas Gerais. Por isso, a cadeia da atividade produtiva tem intenso apoio do Governo do Estado, e desde março deste ano conta também com o Plano Quadrienal de Desenvolvimento do Artesanato Mineiro 2018-2021. A política pública, parte do programa +Artesanato, é a primeira específica para o setor.
O plano se baseia em um tripé formado por qualificação, formalização e comercialização. O incentivo à qualificação se dará por meio de ações conjuntas com instituições como o Sebrae para que o artesão possa vender melhor o produto fabricado.
Em parceria com a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais, o plano apoia também a transformação dos artesãos em Microempreendedores Individuais (MEIs), como meio de formalização. Já o incentivo à comercialização se dará a partir do apoio do Governo Estadual aos eventos do setor.

+ Artesanato
Lançado no ano passado, o programa +Artesanato é um catalisador das diversas iniciativas que estão sendo adotadas pelo Governo do Estado no setor de artesanato mineiro. Já em 2017, foram realizados mais de 30 mutirões para emissão da Carteira Nacional do Artesão no interior de Minas Gerais, documento imprescindível para o reconhecimento do artesão. Mais de 800 carteiras foram emitidas durante esses mutirões, o que propiciou a interiorização do projeto.
A iniciativa também foi responsável por lançar grupos de trabalho que contribuíram para a criação do Plano Mineiro de Artesanato, no âmbito da comercialização, salvaguarda de mestres artesãos, desenvolvimento social, legislação e política pública, em dezenas de reuniões com especialistas de diversos setores ligados à cadeia do artesanato.
Outra marca importante do programa foi a abertura do diálogo com a categoria, por meio das rodas de conversa em cidades como Diamantina, Ouro Preto, Congonhas, Montes Claros, Bocaiuva e Belo Horizonte.

Vila do Artesanato em Araxá
Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemge, avança na construção da Vila do Artesanato, em Araxá, no Território Triângulo Sul. O empreendimento será estabelecido próximo ao Grande Hotel, principal patrimônio turístico de Araxá, e reunirá artesãos de diversas especialidades regionais, como tecelagem, escultura, bordados e alimentos, dinamizando a produção local. A previsão é concluir as obras até o fim de 2018, com investimentos de mais de R$ 2 milhões, oriundos da Codemge.
O objetivo do espaço é fomentar e fortalecer a produção e comercialização do artesanato regional, buscando alavancar seu reconhecimento e participação no turismo e na economia regional. O empreendimento contribuirá para a valorização e preservação das diversas manifestações culturais locais, oferecendo ao artesão de Araxá e região um local de promoção de seu ofício.
A construção da Vila do Artesanato é uma demanda antiga no município e permitirá revigorar o artesanato na região, dando uma atração adicional ao Parque do Barreiro, que recebe turistas de diversas regiões. O modelo de gestão da Vila está sendo definido juntamente com os artesãos.

Fonte: Governo de Minas

Artesãos mineiros beneficiados pelo Governo do Estado terão produção fomentada

Diversos professores e alunos mobilizaram uma manifestação e reuniram em praça pública em Prol da Unidade em Campanha

25/05/2018
Por Marcio Machado.

Alunos e professores se reuniram na noite de quinta-feira (24/05), para uma manifestação em prol da UEMG unidade em Campanha, Sul de Minas, que passa por sério problemas financeiros, com salários de docentes sendo parcelados em até três vezes no mês e o não pagamento de funcionários terceirizados da segurança e limpeza. 
Os participantes percorreram várias ruas da cidade com auxílio de uma caixa de som onde eram ditas palavras na tentativa de alertar a população com a situação. A unidade não é única afetada pelo desfalque econômico, todas as demais passam pela grave situação, onde em algumas universidades falta até papel higiênico. A crise afeta além de alunos, professores, também os funcionários terceirizados que se encontram sob aviso prévio até o próximo dia 8, diante da dispensa de tais, as atividades serão suspensas por tempo indeterminado, além é claro de a suspensão das aulas afeta diretamente a economia da cidade, pois os alunos movimentam o comércio e aluguéis locais. 
UEMG é alvo de manifestação em Campanha, MG - Fotos: Marcio Machado










UEMG é alvo de manifestação em Campanha, MG

Duas pessoas se feriram e foram socorridos para o Pronto Atendimento.

Motociclista bate de frente
com carro em Campanha, MG - Foto: Alô Alô Cidade
Duas pessoas ficaram feridas em um acidente no bairro Mandu em Campanha, MG, na noite de quarta-feira (23/05).
Segundo informações da PM, os dois veículos se chocaram de frente após invadir a contramão de direção na rua. Testemunhas que presenciaram o acidente informaram que haviam veículos estacionados no local do acidente e com isso, a rua ficou ''apertada'' para passa dois carros. Um dos envolvidos não cedeu passagem ao outro e um deles, acabou passando, vindo a colidir com o outro.
No carro havia uma criança de 6 anos que ficou ferida. Já o motorista não teve lesões. A criança estava no banco de trás e sofreu ferimento na testa. A Pm informou que ela passa bem.
Na motocicleta havia uma mulher na garupa, ela foi socorrida com ferimentos leves.
Os condutores envolvidos chamaram a PM que registrou a ocorrência no local.

Motociclista bate de frente com carro em Campanha, MG

A greve dos caminhoneiros já estão atingindo redes de postos de combustíveis na região.

Motoristas estão lotando vários postos de combustíveis nesta semana em várias cidades da região. 
De acordo com informações de leitores do jornal Alô Alô Cidade, alguns postos de Três Pontas, Varginha e Campanha, já não tem mais etanol e a gasolina está acabando. Em Elói Mendes, motoristas também procuram estabelecimentos. Em Varginha, o movimento é grande na região central e bairros do entorno. Até ônibus e taxistas estão abastecendo. O receio é que falte combustível com a greve dos caminhoneiros. As imagens abaixo foram gravadas em Varginha e as Fotos registrado hoje em Campanha, auto posto no bairro Chapada.


Fotos registrado hoje em Campanha, auto posto no bairro Chapada - Fotos Redes Sociais

Motoristas lotam postos com medo de ficar sem combustíveis no Sul de Minas

Sertanejo disse que ele e a dupla Zé Neto e Cristiano, que também se apresentou no evento, doariam R$ 50 mil para a menina: ‘A gente está aqui para fazer o bem’.

O cantor Gusttavo Lima anunciou, na sexta-feira (18), durante show na Pecuária de Goiânia, que ele e a dupla Zé Neto e Cristiano doariam R$ 50 mil para o tratamento da filha de uma fã, que tem anemia falciforme. O sertanejo viu a mulher, identificada como Stefânia Nascimento, com um faixa na plateia e a chamou ao palco para conhecer sua história (veja vídeo abaixo).


As imagens, cedidas pelo Portal Dia Online, mostram o momento em que Gusttavo Lima afirma que ele e os colegas sertanejos iriam abrir mão de parte do cachê do evento em prol da menina, chamada pela mãe, carinhosamente, de Glorinha.

O caso ocorreu na noite de sexta-feira (18), durante apresentação do Gusttavo Lima na 73ª Exposição Agropecuária de Goiânia. Stefânia estava na plateia com uma faixa pedindo para que o cantor ajudasse a salvar a vida da filha dela. Sem saber o motivo, nem como poderia ajudar, o sertanejo pediu para que ela subisse ao palco.

Após descobrir da doença da filha da fã e anunciar que ele e os colegas sertanejos, que também subiram ao palco na mesma noite, iriam arcar com o tratamento, ele disse que fez isso porque viu uma oportunidade de ajudar uma pessoa com quem ele talvez nunca mais cruzasse o mesmo caminho.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa dos sertanejos por email, às 14h40 de sábado, e aguarda um posicionamento sobre como a ajuda à família de Stefânia vai ser concretizada.

O que é a anemia falciforme?
A anemia falciforme é uma doença genética caracterizada por alterações nas hemácias, ou glóbulos vermelhos do sangue, que são responsáveis principalmente por transportar oxigênio dos pulmões até os tecidos do corpo. Ela pode ser detectada logo após o nascimento, no teste do pezinho.

Por causa do formato irregular das hemácias, o fluxo sanguíneo pode ser obstruído e a oxigenação dos órgãos é prejudicada. Os sintomas são crises de dores, olhos e pele amarelados, infecções frequentes, entre outros.

A reportagem tentou contato com a família de Stefânia para obter informações sobre o diagnóstico e qual a situação da filha dela, Glorinha.

Leia o diálogo de Gusttavo com a fã
Gusttavo: Tudo bem, meu amor? Por que você está chorando? Vi você com uma faixa, com um cartaz, deixa eu ler o que está escrito aí. Você é de onde?

Estefânia: Senador Canedo

Gusttavo: O que está acontecendo? “Gusttavo Lima e Zé Neto Cristiano, me ajudem a salvar a vida da Glorinha, minha filha, que sofre de anemia falciforme”. O que é isto?

Estefânia: É irmã da Leucemia

Gusttavo: Tudo que termina com “mia” é ruim, né? Leucemia, anemia... E o que você precisa de nós?

Estefânia: Eu preciso de ter um filho compatível com ela. Só que este tratamento é muito caro, é em torno de R$ 50 mil.

Gusttavo: Eu, o Zé Neto e o Cristiano vamos pagar para você, ta bom? Pode descontar do cachê. A gente está aqui é para ajudar as pessoas. A gente está aqui é para fazer o bem também. A coisa que eu mais acho ruim nisso tudo é ela precisar vir em um show para fazer isso. Acho que o que uma mão faz, a outra não precisa ficar sabendo, mas se eu não chamasse aqui para saber qual era o problema da filha dela, eu nunca mais ia ver ela na minha vida. Então ela está ali para a gente fazer desta forma. Obrigado a toda a família da Glorinha.

Fonte: G1

Gusttavo Lima abre mão de parte do cachê da Pecuária de Goiânia para tratamento da filha de fã

Dois suspeitos foram detidos e levados para delegacia de polícia civil em Três Corações para esclarecer ao delegado de plantão a origem do veículo.

23/05/2018


Dois homens foram detidos na tarde desta quarta-feira (23/05), em Campanha, por suspeita de clonagem de veículo. 
A Polícia recebeu informação de denuncias anônimas que um veículo com placas de Poços de Caldas, MG, com suspeita de adulteração estava transitando na cidade. De posse de características do veículo, os militares foram fazer rondas e conseguiram avistar o carro em um pátio ao lado de posto de combustíveis na BR-267 em Campanha.



Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária de Cambuquira, o veículo já era alvo de investigação após ser parado em uma blitz de rotina na rodovia Vital Brazil, BR-267 no último final de semana. O proprietário foi abordado e os documentos do carro foram exigidos. O condutor do veículo apresentou um documento e ao consultar no sistema interno da PM, o Sargento Paulo César constatou que o veículo tinha alguma suspeita de clonagem. No sistema, o veículo consta que os impostos, como ipva e licenciamento 2018 não foram pagos neste ano, e o suspeito apresentou o 2018 para o PM.



Os militares foram em buscas de mais informações e conseguiram constatar que o lote do documentos apresentado pelo homem foi furtado na cidade de Mogi Guaçu, SP. Foi realizado uma vistoria técnica do carro para identificar alguma adulteração e a suspeita foi confirmada. Diversos órgãos foram consultados onde a PM conseguiu chegar no veículo original com placas da cidade de Machado, ele também estava com queixas de furto e roubo na mesma cidade. O modelo do carro é um Honda Civic de cor cinza, proprietária da cidade de Machado, MG, com nome de Abel.




Indagados pelos militares, os suspeitos que estavam no local não assumiram propriedade do carro.
Os dois homens receberam voz de prisão, foram levados para Polícia e apresentado para o Delegado de Plantão. O carro clonado foi removido para o Pátio Credenciado. 


Polícia Militar apreende carro clonado em Campanha MG

Ossos foram localizados no bairro Gaspar Lopes; polícia apura existência de cemitério do crime.

22/05/2018

Polícia Civil encontrou uma ossada humana enterrada em uma mata de Alfenas (MG). Os restos mortais foram localizados nesta segunda-feira (21) em uma área que fica no bairro Gaspar Lopes, onde na semana passada outro corpo, de um adolescente de 17 anos, já havia sido achado. A nova vítima ainda não foi identificada.
Já o menor encontrado morto era suspeito de ter colocado fogo em um ônibus no início de maio em Alfenas. A polícia investiga se tanto o incêndio quanto a morte do rapaz tiveram relação com a morte do detento Reginaldo Pereira da Silva, de 38 anos, no presídio de Varginha (MG). Segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), ele foi vítima dos próprios companheiros de cela.
De acordo com o delegado regional de Alfenas, Tiago Gomes Ribeiro, há a possibilidade que o local onde a ossada foi encontrada seja usado como um cemitério do crime organizado.
“As investigações prosseguem. Nós estaremos dando mais uma investida no lugar hoje. Uma equipe maior dessa vez, com acompanhamento do Corpo de Bombeiros Militar, na tentativa de descobrir se realmente aquele local era destinado, ao que parece, tudo está indicando, que aquele local seria um local de ‘desova’”, explica Ribeiro. 
Polícia Civil encontra ossada humana enterrada em mata de Alfenas, MG - Fotos: Minas Acontece.
Fonte G1
Fotos Minas Acontece.

Polícia Civil encontra ossada humana enterrada em mata de Alfenas, MG

Em média, a Arteris Fernão Dias foi acionada 351 vezes por dia em 2017. Para minimizar os riscos de acidentes ocasionados por falhas mecânicas concessionária irá realizar campanha educativa em Oliveira/MG.

22/05/2018

Em 2017, a Arteris Fernão Dias realizou mais de 128 mil atendimentos aos usuários da BR-381, nos 570 quilômetros de rodovia concedida. Esses atendimentos abrangem desde a retirada de um objeto da pista até o resgate de vítimas em acidentes. Do total de registros, aproximadamente 59% estão relacionados à problemas nos veículos. Os atendimentos as panes mecânicas, elétricas, secas e auxílio para troca de pneus somaram 75.531 mil casos. Entre o socorro mais procurado está o mecânico, com total de 57.729 ocorrências. Esse total é 1,5% maior do que o registrado em 2016. Em segundo lugar está socorro para troca de pneu, com 8.847 atendimentos.

Com o objetivo de minimizar os riscos de acidentes ocasionados por falhas mecânicas e elétrica, a Arteris Fernão Dias irá realizar uma campanha, na quinta-feira (24/05) para manutenção em veículos pesados, em Oliveira/MG, km 609, no posto de serviço da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A campanha “Serra Segura” é promovida pela concessionária e irá fiscalizar as condições dos componentes mecânicos e elétricos de carretas e caminhões que trafegam na rodovia. Nos atendimentos serão avaliadas as condições dos pneus e problemas nos sistemas de freios, suspensão, direção, lanternas e faróis. A concessionária disponibilizará mecânicos que, juntamente com a Polícia Rodoviária Federal, irão verificar esses componentes.

De acordo com os dados do Centro de Controle de Operações ano passado foram atendidas 24.998 ocorrências de panes mecânicas em veículos pesados. “Muitas vezes a revisão adiada há algum tempo pode levar a um problema mais grave. Manter-se atento ao prazo das revisões e fazer as manutenções necessárias, além de ser mais barato e eficiente reduz as chances do condutor se envolver em um acidente durante a viagem”, comenta Helvécio Tamm de Lima Filho, diretor superintendente da concessionária.

Os atendimentos prestados pelas equipes da Arteris Fernão Dias funcionam 24 horas por dia. A concessionária disponibiliza além dos 14 guinchos leves, três guinchos médios, três guinchos pesados e três guinchos superpesados que operam na rodovia. Também fazem parte dos recursos operacionais de 12 ambulâncias de resgate e seis ambulâncias equipadas com UTI para atendimento pré-hospitalar de urgência. Mais 13 viaturas de inspeção de tráfego e veículos operacionais de apoio ao combate a incêndio que percorrem constantemente a rodovia.

“Prestamos todo socorro necessário, mas continuamos alertando os usuários sobre a importância de verificar as condições dos veículos antes de seguir viagem. É fundamental checar a parte mecânica, elétrica e planejar o abastecimento. Falta de combustível é considerada infração de trânsito passível de multa e pontos na carteira do motorista”, explica o gerente de tráfego, José Carlos de Oliveira.

O gerente também reforça que a manutenção prévia do veículo evita atrasos na viagem. “O automóvel parado na rodovia pode causar um acidente. Assim, o resgate e o auxílio da concessionária representam segurança real para quem está na rodovia. O atendimento é feito da forma mais rápida possível, diminuindo o tempo de exposição dos usuários”.

As informações sobre as condições de tráfego podem ser  consultadas através do site da concessionária www.autopistafernao.com.br, por contato do0800 283 0381 e do 0800 717 1000* (para usuários com deficiência auditiva ou da fala; não aceita chamadas de celulares e telefones convencionais) ou pelo no perfil do Twitter: @Arteris_AFD.

Sobre a Arteris Fernão Dias - Concessionária responsável pelos 570 quilômetros da rodovia Fernão Dias (BR-381), que liga as cidades de Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP), passando por 34 municípios paulistas e mineiros. A Arteris Fernão Dias tem sede na cidade de Pouso Alegre (MG) e possui contrato de concessão com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) até 2033. A empresa, do Grupo Arteris, disponibiliza ampla estrutura de serviços aos usuários, o que inclui 223 câmeras de monitoramento, 13 bases operacionais, 22 guinchos, 13 viaturas de inspeção, 12 veículos de resgate, sendo seis com estrutura de UTI móvel, entre outros. O atendimento é realizado por meio do 0800-283-0381. Saiba mais: www.autopistafernaodias.com.br.

Sobre a Arteris – A Arteris S.A. é uma das maiores companhias do setor de concessões de rodovias do Brasil em quilômetros administrados, com mais de 3.700 km em operação. Por meio de suas dez concessionárias, a Arteris administra rodovias localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, importante eixo econômico e industrial do País. A companhia é responsável pela operação de cinco concessionárias federais: Autopista Fernão Dias, Autopista Régis Bittencourt, Autopista Litoral Sul, Autopista Planalto Sul e Autopista Fluminense. Também detém as concessionárias estaduais Autovias, Centrovias, Intervias, Vianorte e ViaPaulista, que atuam no interior de São Paulo. A Arteris é controlada pela espanhola Abertis e pela canadense Brookfield e mantém programas permanentes de conscientização. Saiba mais: www.arteris.com.br

Com informações Arteris Fernão Dias

Atendimento a panes somam mais de 75 mil casos na BR - 381

A vítima passa bem e foi socorrida para o pronto atendimento da cidade. O suspeito foi preso e levado para Três Corações.


22/05/2018
Um homem ficou ferido por facão após briga na rodoviária da cidade da Campanha, MG.
A ocorrência foi ontem  (21/05), por volta das 14:30hs, na Rodoviária Tancredo Neves em Campanha. Uma briga, acabou com uma pessoa ferida com facão no rosto e na cabeça, mas a vítima passa bem. Acompanhe no vídeo gravado pela câmera de monitoramento da rodoviária.

Segundo informações do pai da vítima, a briga começou, após uma mulher ser perseguida por um homem durante o trajeto para casa. O homem insultava com palavras ofensivas e também preconceituosas. A vítima ao ver essas as ofensas, tentou intervir e acabou brigando com o suspeito que fugiu em direção ao bairro Santa Cruz. Não satisfeito, o homem voltou com um facão, seguiu para a Rodoviária novamente para tirar satisfação com a vítima que o agrediu. 
A discussão acabou terminando com uma pessoa ferida com golpes de facão na cabeça e no rosto. O próprio pai da vítima que é taxista que socorreu o rapaz para o Pronto Socorro. O suspeito que golpeou a vítima com o facão, foi amarrado por moradores de rua que estavam na rodoviária, enquanto outras pessoas ligavam para PM.
A Polícia Militar foi acionada e efetuou a prisão do indivíduo.



Homem é ferido por facão após briga na rodoviária da cidade da Campanha, MG

Baile seleciona rainha do rodeio 2018 em Campanha. Desfile e show finalizaram o sábado na Quadra do Canário.

Sábado (19/05), o baile da rainha do rodeio foi um sucesso, com a quadra cheia, o público pode prestigiar o desfile com lindas meninas e um júri selecionado e exigente.
Foram 9 candidatas, dentre elas, o júri pode escolher a melhor. Os requisitos para escolha eram diversos, principalmente a simpatia, mas a decisão veio com o desfile.
No final, o juri teve dificuldades na escolha, mas o resultado saiu. 
Acompanhem. Baile Rainha do Rodeio - 2018 Campanha. Rainha - Raquel, Princesa Lauriane, ️Madrinha Jhennifer, Bandeiras: Vitória - Brasil, ️Livia - Minas Gerais, Sheila - Campanha, MG.️ 
Após a decisão das selecionadas em fazer parte da organização do Rodeio deste ano, um show com a dupla Felipe e Renan, animou o público com muita música.
O Evento foi beneficente, a Santa Casa de Misericórdia da Campanha agradece a todos que ajudaram o evento e principalmente o público que marcaram presença na noite do baile.




























































































































































Rainha do Rodeio 2018 - Campanha MG