Criminosos usam funcionárias como escudo humano em assalto em MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

Ação aconteceu na manhã desta terça-feira (23) em Serrania.
Assaltantes atacaram agência bancária; ninguém ficou ferido.


24/08/2016
Criminosos usam funcionárias como escudo humano em assalto em MG - Fotos: Redes Sociais
Uma agência do Sicoob foi assaltada em Serrania (MG) na manhã desta terça-feira (23). Durante a ação, os criminosos avistaram um policial na entrada do banco e usaram duas funcionárias como escudo humano.
Um comerciante que não quiser ser identificado, contou que eles chegaram em um carro. De acordo com a Polícia Militar, a ação aconteceu por volta das 10h. As câmaras de segurança flagraram o momento em que três homens chegam ao local, rendem um segurança e anunciam o assalto.
Moradores que estavam próximos ao banco viram que os homens estavam armados e avisaram um policial. Quando os assaltantes viram que ele estava na porta do banco, pegaram duas funcionárias para usar como escudo. Eles mandaram que o policial se afastasse e soltaram as mulheres quando entraram no carro para fugir. Ninguém ficou ferido.

Segundo o policial, os homens não se preocuparam em esconder os rostos."Eu já estava abrigado atrás da viatura, e eles falaram para que eu me retirasse do local, porque senão iriam atentar contra a vida das vítimas. Neste momento, eu resolvi, por bem, deixar o local para que não houvesse risco à integridade física e à vida das vítimas. Eles saíram e se deslocaram para a esquina. E logo ali deixaram que elas fossem embora", explicou o cabo Bernardo Rafael de Carvalho Pereira.

Carro usado no assalto foi encontrado pela Polícia Militar (Foto: Reprodução EPTV)
No período da tarde, a PM encontrou o carro usado pelos assaltantes. O veículo, com placas de Alfenas (MG), havia sido roubado nesta segunda-feira. A Polícia Militar diz saber que todos os assaltantes são menores e moram em Alfenas, que fica a cerca de 20 km de Serrania, mas até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. A quantia levada não foi divulgada.

Fonte: G1

Criminosos usam funcionárias como escudo humano em assalto em MG

Ação aconteceu na manhã desta terça-feira (23) em Serrania.
Assaltantes atacaram agência bancária; ninguém ficou ferido.


24/08/2016
Criminosos usam funcionárias como escudo humano em assalto em MG - Fotos: Redes Sociais
Uma agência do Sicoob foi assaltada em Serrania (MG) na manhã desta terça-feira (23). Durante a ação, os criminosos avistaram um policial na entrada do banco e usaram duas funcionárias como escudo humano.
Um comerciante que não quiser ser identificado, contou que eles chegaram em um carro. De acordo com a Polícia Militar, a ação aconteceu por volta das 10h. As câmaras de segurança flagraram o momento em que três homens chegam ao local, rendem um segurança e anunciam o assalto.
Moradores que estavam próximos ao banco viram que os homens estavam armados e avisaram um policial. Quando os assaltantes viram que ele estava na porta do banco, pegaram duas funcionárias para usar como escudo. Eles mandaram que o policial se afastasse e soltaram as mulheres quando entraram no carro para fugir. Ninguém ficou ferido.

Segundo o policial, os homens não se preocuparam em esconder os rostos."Eu já estava abrigado atrás da viatura, e eles falaram para que eu me retirasse do local, porque senão iriam atentar contra a vida das vítimas. Neste momento, eu resolvi, por bem, deixar o local para que não houvesse risco à integridade física e à vida das vítimas. Eles saíram e se deslocaram para a esquina. E logo ali deixaram que elas fossem embora", explicou o cabo Bernardo Rafael de Carvalho Pereira.

Carro usado no assalto foi encontrado pela Polícia Militar (Foto: Reprodução EPTV)
No período da tarde, a PM encontrou o carro usado pelos assaltantes. O veículo, com placas de Alfenas (MG), havia sido roubado nesta segunda-feira. A Polícia Militar diz saber que todos os assaltantes são menores e moram em Alfenas, que fica a cerca de 20 km de Serrania, mas até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. A quantia levada não foi divulgada.

Fonte: G1