Homem é preso por estupro em São Gonçalo do Sapucaí, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Homem é preso por estupro em São Gonçalo do Sapucaí, MG

Compartilhar isso

Vovô de 54 anos foi preso acusado de molestar sexualmente a netinha de 8 anos.


14/07/2015 00:23
Homem é preso por estupro em São Gonçalo do Sapucaí, MG - Foto: Airton Chips

A lei 12.025 endureceu a vida dos tarados de plantão. Desde sua criação em 2009, quem for pego passando a mão boba nas partes pudendas de crianças de qualquer sexo, menor de 14 anos, está sujeito, na melhor das hipóteses, a conviver com marmanjos nos hotéis do contribuinte por no mínimo 8 anos. Se o assanhamento for incontrolável e causar na vitima leões corporais ou morte, a cana pode chegar a 30 anos!

Não obstante o endurecimento da lei que visa proteger as crianças do tarados, alguns, talvez por ignorância da lei e ou por simples prazer ou desrespeito contra a liberdade sexual de impúberes, continuam cometendo atos libidinosos. Embora haja exceções, as vitimas dos tarados de plantão geralmente são sobrinhas, enteadas ou netas!

O hediondo crime da vez aconteceu no final da tarde desta quinta (09), na bicentenária São Gonçalo do Sapucaí.

Ao chegar à casa do sogro, dona P. surpreendeu a filhinha L. de 8 anos, abotoando a calça, enquanto o sogro com cara de gato que comeu toucinho na janela tentava disfarçar a surpresa! Levada imediatamente para casa e questionada, a garotinha contou que o vovô estivera passando a mão na sua… região pudenda! E contou mais… Segundo dona P. a filhinha lhe contou que em outras ocasiões, quando dormia na casa do avô, este, durante a madrugada ia até seu quarto, tirava seu pijama e lhe fazia carinhos pelo corpo! E lhe prometia dinheiro para que ela não contasse nada a ninguém!

Em poucos minutos a casa desmoronou! A PM foi chamada, o pai da criança foi chamado e chegou ameaçando matar o pai!

O caso foi parar na Delegacia Regional de Pouso Alegre. Indagado pelo paladino da lei, Marcos Eugênio Machado, 54, respondeu a todas as doze perguntas, sempre com mesma clássica resposta: que “deseja permanecer calado e se manifestar somente em juízo”!

A este repórter ele tentou se justificar… Jurou de pés juntos que é inocente!

– Eu não fiz nada doutor… A menina foi fazer xixi no fundo do quintal e voltou abotoando a calça…

– E não tem banheiro dentro de casa?

– Tem três doutor!

Após sentar ao piano e assinar o 217-A o avô Marcos Eugenio Machado foi se hospedar nalgum hotel do contribuinte da região, onde poderá ficar de 8 a 15 anos!

Leia mais no http://airtonchips.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário