Advogado é eleito novo provedor da Santa Casa de Misericórdia da Campanha, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Advogado é eleito novo provedor da Santa Casa de Misericórdia da Campanha, MG

Compartilhar isso

No ano passado, o hospital chegou a ter R$2 milhões acumulados em dívida.

24/01/2018

O Advogado Paulo Cesar F. Ayres Júnior (Júnior Ayres), de 43 anos, foi eleito na sexta-feira (12/01), através de 204 votos associados da entidade  (doadores do carnê), concorrendo com outra chapa, sendo o novo provedor da Santa Casa de Misericórdia da Campanha. Ele assumiu em um momento em que o hospital passa por uma grave crise financeira. Hoje a dívida gira em torno de R$ 1.998.484,26, entre dívidas trabalhistas, prestações de serviços, fornecedores, sindicatos e federassanta, empréstimos bancários, empréstimos de terceiros e o um dos mais preocupante, dívidas de pelo menos quatro folhas de pagamentos de funcionários. As despesas fixas chegam a mais de R$81 mil, sendo que a receita em média chegam em R$52 mil, que aproximam em média R$10 mil mensais de produção e com um assustador R$30 mil de déficits mensais. 

Provedor da Santa Casa, Júnio Ayres - Fotos: Alô Alô Cidade

Os problemas eclodiram em 2017, onde começaram transparecer várias questões administrativas. Desde o dia 1º de fevereiro a Santa Casa de Misericórdia da Campanha não era mais a responsável pela administração do Pronto Atendimento (P.A), por conta da indisponibilidade da Prefeitura Municipal em renovar o convenio com a referida instituição. Desde novembro, a Santa Casa de Misericórdia foi, reiteradas vezes, tentando negociar a renovação do convênio, que foi um fracasso. E mesmo tendo sido encerrada a vigência do último convênio em 31 de dezembro de 2016, a Santa Casa manteve o Pronto Atendimento em funcionamento, para atender a população da cidade, durante todo o mês de janeiro de 2017.

Provedor da Santa Casa, Júnio Ayres - Fotos: Alô Alô Cidade

O custo da manutenção do Pronto Atendimento, 2016/2017, foi em torno de R$200.000,00, infelizmente, fez parte de uma série de compromissos financeiros que a Santa Casa assumiu no lugar do poder público. Os problemas financeiros da Santa Casa não são novidade para ninguém, fruto de muitos erros administrativos em gestões anteriores.

Com a impossibilidade do convenio, 24 funcionários foram dispensados pela Santa Casa, pois prestavam serviço no Pronto Atendimento, onde a dívida trabalhista se acumulou.

Provedor da Santa Casa, Júnio Ayres - Fotos: Alô Alô Cidade

Em contato com o novo Provedor da Santa Casa, Júnio Ayres, cedeu uma entrevista com a reportagem do Jornal Alô Alô Cidade. Acompanhe:

Provedor da Santa Casa de Campanha/MG

Perfil:
Dr. Paulo César Ferreira Ayres Júnior, 43 anos, casado e um filho.
Formado em Direito, Pós Graduado em Administração Pública e Direito Processual Civil. É Advogado, a 18 anos, Analista da Promotoria há 4 anos, foi Professor Universitário durante 6 anos e também já foi Vice Prefeito, e logo Prefeito, entre 2005 a 2008 em Campanha, MG.

AAC- Dr. Junior, o que lhe motivou a assumir a Santa Casa de Misericórdia da Campanha e seus problemas?

Jr – Bem, venho acompanhando o dilema da Santa Casa há algum tempo, pois minha esposa trabalha lá e tenho amigos funcionários e associados (doadores do carnê) que me pediram para fazer algo pela instituição centenária de nossa cidade. Procurei o poder público e recebi o apoio necessário do Prefeito, Vice, Secretários Municipais e dos Vereadores e resolvi convidar um grupo de amigos e participar das eleições.

AAC – Como o Senhor vê a atual situação da Santa Casa?

Jr– Assustadora, a dívida é vultuosa. Os serviços estão desorganizados e a rede física (prédio) está carecedor de manutenção e reparos. Um caos.

AAC – O Senhor acredita na solução de tantos problemas?

Jr – Sim. Em uma semana já organizados muita coisa. Melhoramos o atendimento pelo carnê, onde o Raio X de quem detém o carnê de doação em dia passou a ser gratuito, como o eletroencefalograma e as despesas com a ambulância para outra cidade, tanto para realização de exames, quanto para transferência, também são de agora em diante gratuitos para os associados. O quarto foi melhorado e o tempo de visita passou a ser das 12hs as 18hs e ainda tem direito a acompanhante durante todo o dia. Melhorias que ajudarão certamente aumentar o números de doadores do carnê.

AAC – E as dívidas, como paga-las?

Jr– Estamos conversando com todos os credores para que possamos fazer um plano de pagamento do passivo financeiro. Já temos alguns recursos sendo disponibilizados pela Prefeitura e pela Câmara Municipal, além de outros convênios que foram liberados pelos Governos Federal e Estadual. Por outro lado, já ganhamos um terreno de um proprietário de loteamento e uma moto de um empresário, além de outros brindes que o comércio local disponibilizou para uma rifa emergencial. A festa do peão também foi concedida a Santa Casa para que toda a bilheteria seja em prol da entidade, o que desde já agradecemos a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Cultura. Além do mais, os associados (doadores de carnê) aumentaram e a procura por novas adesões são muitas.
AAC – Acredita no resgate da entidade?

Jr– Sabemos que a tarefa é árdua, mas acreditamos sim, pois a procura pelo novo modelo de carnê de doação está muito alta. Estamos sendo procurados todos os dias por profissionais da medicina para convênios de atendimento. Creio que em breve as novidades farão que a instituição de fato se transforme na NOVA SANTA CASA que todos queremos e, por fim, contamos com o apoio da Prefeitura, Câmara Municipal e, principalmente, de toda nossa população.
AAC – Quando poderemos contar com a maternidade?

Jr– Este é um anseio de toda nossa população, da prefeitura, câmara, enfim de todos nós. Iniciamos com o procedimento das gestantes que internadas na Santa Casa ou no Pronto Atendimento evoluem para parto normal, podendo assim ter seu filho na maternidade que está devidamente equipada para isso. Nosso objetivo é voltar a termos os partos feitos através de Cesária,  mas para tanto precisamos de um corpo clínico, anestesista, ginecologista e pediatra e a atual situação financeira ainda não nos permite. Mas vamos lutar para conseguir.

AAC – Suas considerações finais.

Jr– Agradeço ao Alô Alô Cidade pela oportunidade de demonstrar nosso início de trabalho e conto com este jornal para levar a população as notícias de nossa administração, com clareza e transparência. Peço encarecidamente para a população Campanhense que faça seu carnê de doação, lembrando que não se trata de plano de saúde, mas sim de uma contribuição para mantermos a instituição aberta e prestando serviços para nossa comunidade. Todo mês faremos a devida prestação de contas e com uma gestão séria, sem regalias e desperdícios, continuaremos e melhoraremos os serviços. Muito obrigado a todos. Forte abraço.     
     

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DA CAMPANHA 

DIRETORIA

PROVEDOR: PAULO CESAR F. AYRES JUNIOR (Junior Ayres)
SECRETÁRIO: ANDRIELLI BRAGA ANDREATTA (Andrielinho)
TESOUREIRO: ERIC GAROTTI FEREIRA (Kiko)

CONSELHO FISCAL

ANDRÉ DOMINGUES LIMA
ROBERTO DE SOUZA XIMENES
STELLA CECÍLIA F. B. DE CARVALHO

SUPLENTES

GUILHERME DE SOUZA SERRANO (Janta)
RODRIGO JOSÉ DE CARVALHO (Rodriguinho da Van)

CONSELHO ADMINISTRATIVO

ALBERTO ÂNGELO DE ARAÚJO
DANIEL LEMES DORNELES
ÉRICO FRANCISCO FERNANDES
FRANZ WOLNEY BERNARDES LOPES
JORGINA MARIA DE JESUS GARCIA
GIUSEPPE LEMES PEREIRA
ITAMAR JOSÉ DOS SANTOS
JOSÉ FRANCISCO SUZANO AYRES
LUIZ RODRIGO DIAS MAIA
MARILDA FONTES
OSMAR DOMINGOS FLORENTINO
RANDAL FERNANDES SILVA
RÉGIS OTERO DE PAIVA
RONALDO LOPES GUERREIRO 

Estiveram presentes na Posse do Novo Provedor:
Prefeito Luiz Fernando Tavares, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Rural e Meio Ambiente Romeu Mendes Filho, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação Juvenal Francisco Borges, Secretaria Municipal de Governo Luiz Geraldo Maia Serrano, Vereadores e Impressa local.

Transmissão ao vivo via Facebook Alô Alô Cidade no dia da Posse.


Fotos da posse do novo provedor




















































Nenhum comentário:

Postar um comentário