Minas tem 15% dos novos empregos gerados no Brasil em fevereiro deste ano - ALÔ ALÔ CIDADE

PUBLICIDADE

Minas tem 15% dos novos empregos gerados no Brasil em fevereiro deste ano

Compartilhar isso

Saldo positivo de 26.016 admissões coloca o Estado na segunda posição entre os que mais criaram novos postos de trabalho no país. Esse é o melhor fevereiro desde 2011, aponta Caged

Crédito (foto): Carlos Alberto/Imprensa MG

O Brasil registrou a abertura de 173.139 novos postos de trabalho com carteira assinada em fevereiro de 2019, e Minas Gerais contribuiu com 15% destas novas vagas de trabalho geradas no segundo mês deste ano. A economia mineira teve o segundo melhor resultado entre os estados brasileiros e registrou 26.016 mil admissões no menor mês do ano em número de dias úteis, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. Foram empregadas formalmente em nível estadual 164.718 pessoas e houve 138.702 desligamentos. Esse é o melhor fevereiro desde 2011 em Minas Gerais na criação de postos de trabalho.

Para efeito de comparação, no ano passado, no mesmo período, o Caged apontou que em todo o Brasil foram contabilizadas 61.188 mil novas vagas, sendo que dessas, 7.288, em Minas Gerais, o que representou participação de 11,9%, também inferior a alcançada agora em 2019.

Com esse cenário atual favorável na geração de empregos no Estado de Minas Gerais, a recuperação das vagas formais com carteira assinada, no período analisado, foi de 257%, segundo o pesquisador da Fundação João Pinheiro e mestre em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa Glauber Silveira.
Crédito (foto): Carlos Alberto/Imprensa MG
Minas tem 15% dos novos empregos gerados no Brasil em fevereiro deste ano - Crédito (foto): Carlos Alberto/Imprensa MG
Para o economista, o dado traz alento pois é reflexo de uma situação de conjuntura favorável e que tende a evoluir nos próximos meses. “Já podemos considerar uma melhora no cenário nacional e estadual, a expectativa positiva dos investidores com os novos governantes e a perspectiva da proposta da reforma da previdência ser aprovada”, analisou, citando o efeito positivo também nas finanças ainda combalidas do Estados.

O saldo de 26.016 mil admissões colocou Minas Gerais na segunda posição nacional entre os estados mais geradores de empregos, ficando atrás apenas de São Paulo e seguida por Santa Catarina. O resultado de fevereiro de 2019 está relacionado em boa parte à maior geração de empregos nos setores da Indústria de Transformação e Construção Civil, segundo dados do Caged. Há de se destacar a construção civil em Minas. O setor teve recuperação com 4248 novos empregos com carteira assinada em fevereiro. No mesmo período do ano passado, a atividade teve retração e déficit de 55 postos.

Publicidade


Fonte: Governo de Minas Gerais