Após rejeitarem projeto, vereadores são hostilizados pela população em Monsenhor Paulo - ALÔ ALÔ CIDADE

PUBLICIDADE

Após rejeitarem projeto, vereadores são hostilizados pela população em Monsenhor Paulo

Compartilhar isso

Políticos deixaram a Câmara escoltados pela PM. Projeto prevê construção de casas populares em terreno da prefeitura.

17/03/2015 21:36
Vereadores de Monsenhor Paulo MG tiveram que sair da Câmara escoltados pela Polícia Militar após rejeitarem um projeto que prevê a construção de casas populares em um terreno doado pela prefeitura. Após o término da sessão, que aconteceu na noite desta segunda-feira (16), o presidente da Câmara e os quatro vereadores que votaram contra a doação foram recebidos com vaias da população, que também arremessou objetos contra os políticos.
Câmara de Vereadores de Monsenhor Paulo amanheceu com as marcas da revolta da população
(Foto: Reprodução EPTV)
A votação foi quatro a favor e quatro contra, tendo o presidente da Câmara desempatando com voto contra. A prefeitura quer usar o terreno para construir casas para até 46 famílias, um investimento em habitação de mais de R$ 3 milhões, mas que precisa da aprovação da Câmara.
"Há mais de 16 anos não foi construída nenhuma habitação popular em nosso município. Então nós temos uma demanda talvez de mais de 500 habitações. Mas eu quero fazer em um primeiro momento 100 casas populares, que foi o que eu me propus a fazer e me comprometi com a população", explica o prefeito Marco Antônio Muniz de Oliveira.

O projeto vai ser colocado em segunda votação no dia 30 de março. Ao todo, 547 famílias estão pré-cadastradas em programas habitacionais de Monsenhor Paulo.

Vídeo:



Leia mais em: G1

spider

[Fechar]