Câmeras registram surto em pronto atendimento de Ouro Fino, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Câmeras registram surto em pronto atendimento de Ouro Fino, MG

Compartilhar isso

Homem de 44 atacou oito pessoas na manhã desta segunda-feira (22).
Um homem de 60 anos teve traumatismo craniano e seu estado é grave.

24/02/2016 01:15
Câmeras registram surto em pronto atendimento de Ouro Fino, MG - Foto/reprodução: Alô Alô Cidade

As imagens do momento em que um paciente agrediu pessoas no pronto atendimento de Ouro Fino (MG) foram divulgadas nesta terça-feira (23). O flagrante do surto foi registrado pelas câmeras do circuito interno de segurança na manhã desta segunda-feira (22) e mostra quando o homem de 44 anos sai, andando devagar, da sala onde tomava soro, sobe em uma balança e, ao descer, ataca quem está no corredor. Uma vítima de 60 anos sofreu traumatismo craniano.

Assista o vídeo clicando aqui:



Segundo a administração da Santa Casa de Ouro Fino, que administra o pronto atendimento, oito pessoas ficaram feridas durante o ataque. Inicialmente o número divulgado foi de sete, mas o hospital corrigiu a informação nesta terça-feira. Cinco pacientes já tiveram alta e dois apresentam um quadro de saúde estável. O idoso que sofreu traumatismo craniano foi transferido em estado grave para UTI do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre (MG).

Funcionários do hospital disseram que o homem foi encaminhado pelo Samu durante a manhã desta segunda porque teria tido convulsões. No local, os médicos o levaram para tomar soro. Depois de duas horas, ele arrancou o soro do braço e, usando o suporte de ferro em que fica o medicamento, começou a agredir outros pacientes.

Na sequência, o homem foi para a rua e agrediu moradores da cidade. Durante a fuga, o homem acabou sendo capturado por populares, que tentaram linchá-lo, mas foram impedidos pela polícia.

No final da tarde, o homem foi sedado e levado à Delegacia de Polícia Civil de Ouro Fino e, em seguida, encaminhado à cadeia da cidade.
Homem foi amarrado até que a polícia chegasse (Foto: Reprodução EPTV)



Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário