Garota de programa mata homem com facão após proposta de cliente em Pouso Alegre, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Garota de programa mata homem com facão após proposta de cliente em Pouso Alegre, MG

Compartilhar isso

Ela confessou a Polícia que homem queria programa com irmã e sobrinha de um pouco mais de um ano de idade.

06/10/2015 22:04
Local onde ocorreu o Homicídio - Fotos WhatsApp

A Polícia Militar foi acionados para comparecer em frente a Boite Hawaianas onde segundo informações anônimas havia uma pessoa ferida no rosto caída próximo ao portão da Boite ao lado de uma veículo corsa, cor verde. De imediato uma equipe da PM, deslocou ao local onde deparou com a vítima caída ao solo. Acionado o socorro, a equipe do SAMU já no local, constataram que a vítima, Vicente de Souza, 49 anos, já estava sem vida. 
Arma do crime - Foto: Alô Alô Cidade

Segundo informações da Polícia Militar, ao bater no portão da Boite a Autora Juliana Pereira da Silva, o abriu, dizendo que foi ela quem matou a vítima com um facão porque ele queria ela na cama, juntamente com sua irmã Juliele e sua sobrinha de um ano e nove meses para fazer um programa.
Local, em frente a Boite - Foto: Minas Acontece
Ainda segundo informações da PM, Juliana foi presa em flagrante delito e durante a prisão estava muito alterada e ao ser colocada no compartimento de transporte de preso da viatura, passou a se debater. 
A irmã da autora, Juliele Pereira da Silva, foi qualificada como testemunha e relatou que , na noite do crime (06), a Boite em que trabalha juntamente com sua irmã não abriu e elas foram até um bar as margens da BR-459 com seu namorado para beberem. Em certo momento a vítima, foi no bar em um veículo para chamar a Juliana para sair. Ainda segundo relatos da testemunha, quando os dois retornaram, todos na Boite estavam dormindo, porém Juliele acordou com uma confusão na porta da Boite, entre sua irmã e a vítima, e ao abrir o portão visualizou sua irmã agredindo a vítima. A testemunha também contou que, separou os dois, porém sua irmã Juliana entrou para dentro da Boite e buscou um facão desferindo vários golpes contra o rosto da vítima e ela não viu os golpes pois já haviam entrado para na Boite, mas viu sua irmã buscar o facão e ouviu o barulho dos golpes, que depois viu a vítima no chão sangrando. A testemunha também relatou que, entrou e dormiu e somente acordou com a chegada da PM. 

A pericia técnica foi acionada comparecendo ao local a perícia compareceu no local e realizou os trabalhos de praxe, liberando o corpo para ser recolhido pela funerária que o encaminhou até o IML.

A arma do crime que foi jogado no mato por Juliele, mas foi encontrada e recolhida pela perita. 

O veículo Corsa, placa GXF7877 foi recolhido ao pátio do auto socorro.

A vítima será velado em Serrania, MG, terra natal.

Direto da redação: ALÔ ALÔ CIDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário