Publicidade

Irmão procurou a polícia e denunciou o caso em São Gonçalo do Sapucaí.
Jovem que hoje tem 20 anos, era abusada desde quando tinha 8.


24/08/2016
Homem de 40 anos é preso suspeito de abusar da filha nos últimos 12 anos em São Gonçalo do Sapucaí (Foto: Reprodução EPTV)
Um homem de 40 anos foi preso na tarde desta segunda-feira (22) suspeito de estuprar a filha ao longo de 12 anos em São Gonçalo do Sapucaí (MG). Conforme a polícia, os abusos teriam começado quando a menina tinha 8 anos de idade. Hoje, a jovem tem 20 anos.
Segundo a polícia, os abusos só terminaram na semana passada, quando o irmão da vítima procurou a delegacia e contou o que acontecia dentro de casa. A partir de então, a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a denúncia de abuso sexual e cárcere privado.
Durante a investigação, foram ouvidos familiares, irmãos, mãe e a própria vítima, que confirmaram as denúncias de estupro e cárcere privado. O irmão contou que nunca procurou ajuda porque sofria ameaças do pai. Segundo o rapaz, o pai era muito ciumento e proibia a filha de sair de casa. A vítima também contou à polícia que a maioria dos abusos era praticado dentro de casa, quando ela e o pai ficavam sozinhos.
O pai da menina foi preso no Centro da cidade após a Justiça expedir o mandado de prisão. Ainda conforme a polícia, os abusos aconteciam na casa da família, em um sítio no bairro Ponte Preta, na zona rural da cidade.

Fonte: G1

Homem é preso suspeito de abusar da filha durante 12 anos em São Gonçalo do Sapucaí

Irmão procurou a polícia e denunciou o caso em São Gonçalo do Sapucaí.
Jovem que hoje tem 20 anos, era abusada desde quando tinha 8.


24/08/2016
Homem de 40 anos é preso suspeito de abusar da filha nos últimos 12 anos em São Gonçalo do Sapucaí (Foto: Reprodução EPTV)
Um homem de 40 anos foi preso na tarde desta segunda-feira (22) suspeito de estuprar a filha ao longo de 12 anos em São Gonçalo do Sapucaí (MG). Conforme a polícia, os abusos teriam começado quando a menina tinha 8 anos de idade. Hoje, a jovem tem 20 anos.
Segundo a polícia, os abusos só terminaram na semana passada, quando o irmão da vítima procurou a delegacia e contou o que acontecia dentro de casa. A partir de então, a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a denúncia de abuso sexual e cárcere privado.
Durante a investigação, foram ouvidos familiares, irmãos, mãe e a própria vítima, que confirmaram as denúncias de estupro e cárcere privado. O irmão contou que nunca procurou ajuda porque sofria ameaças do pai. Segundo o rapaz, o pai era muito ciumento e proibia a filha de sair de casa. A vítima também contou à polícia que a maioria dos abusos era praticado dentro de casa, quando ela e o pai ficavam sozinhos.
O pai da menina foi preso no Centro da cidade após a Justiça expedir o mandado de prisão. Ainda conforme a polícia, os abusos aconteciam na casa da família, em um sítio no bairro Ponte Preta, na zona rural da cidade.

Fonte: G1