Publicidade

Os crimes aconteceram na madrugada desta sexta-feira (6) em Areado, Cabo Verde e Jacuí, no Sul do estado. 

06/04/2018

A madrugada foi de fortes ataques a agências bancárias em três cidades do Sul de Minas. Quadrilhas explodiram e roubaram seis bancos durante a madrugada desta sexta-feira (6). Em Areado (MG), os criminosos explodiram três agências e furtaram uma joalheria. Pouco depois, um banco em Cabo Verde (MG) foi explodido e, em Jacuí (MG), duas agências e uma casa lotérica foram alvos dos criminosos.

Agência do Sicoob de Areado (MG) foi o segundo alvo de quadrilha nesta sexta (6) (Foto: Diego Batista/Areado Notícias)


Em Areado, de acordo com a Polícia Militar, os crimes aconteceram por volta de meia-noite. Ainda havia pessoas em um bar próximo ao banco, quando os assaltantes desceram de três caminhonetes atirando. Segundo testemunhas, eram pelo menos 15 criminosos fortemente armados. 
A primeira agência a ser explodida foi a do banco Bradesco. O local ficou completamente destruído. De lá, os assaltantes seguiram para o banco Sicoob e para o Banco do Brasil e também explodiram as duas agências.




Vidros de várias lojas ao redor das agências ficaram destruídos. Além das explosões, os criminosos roubaram uma joalheria. 

Lojas também foram atacadas por quadrilha em três cidades do Sul de MG (Foto: Diego Batista/Areado Notícias)

Quadrilha deu tiros pro alto e atingiu vitrines de lojas em ataque em Areado (MG) (Foto: Diego Batista/Areado Notícias)

Cabo Verde


Cerca de 40 minutos após os crimes de Areado, a explosão foi em uma agência do Banco do Brasil em Cabo Verde. Os assaltantes chegaram à cidade e atiraram várias vezes para o alto. Ninguém se feriu.
Pela proximidade de horário dos crimes, a polícia suspeita que a mesma quadrilha tenha agido nas duas cidades. Segundo a polícia, os criminosos fugiram sentido zona rural e foram vistos no canavial da usina Monte Alegre, em Muzambinho (MG).
Quadrilha explodiu agência em Cabo Verde (MG) na madrugada desta sexta-feira (6) (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Jacuí


Em Jacuí, os crimes aconteceram por volta das 4h30. Os criminosos não usaram explosivos, mas arrombaram os cofres do Banco do Brasil e do Sicoob. Além das agências, uma casa lotérica foi roubada. 

  A polícia não informou o quanto foi levado em cada ataque. Não houve feridos em nenhum dos crimes. Até a publicação desta reportagem, a Polícia Militar seguia nas bucas pelos criminosos e ninguém havia sido preso.

Tentativas


Os crimes da madrugada desta sexta-feira aconteceram um dia depois de tentativas de explosão na cidade de Bom Jesus da Penha. Segundo a Polícia Militar, de sete a 10 homens armados tentaram explodir os caixas eletrônicos de duas agências.
Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro. Na fuga, eles ainda serraram eucaliptos próximo ao trevo que liga a cidade a Alpinópolis e Passos, para evitar que os policiais chegassem rápido ao local. Os militares tiveram que combater os criminosos a pé. 

____________________________________________________________________

Quadrilha falha em tentativa de ataque a bancos e deixa explosivo dentro de agência no Sul de MG

Tentativas de ataques a duas agências bancárias aconteceram durante a madrugada em Bom Jesus da Penha.

05/04/2018
Criminosos não conseguiram invadir agência do Sicoob em Bom Jesus da Penha (MG) (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
A polícia busca por uma quadrilha de sete a 10 pessoas responsável por tentativas de explosão de duas agências bancárias em Bom Jesus da Penha (MG), na madrugada desta quinta-feira (5). Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro.
Segundo a Polícia Militar, câmeras registraram dois carros no Centro da cidade por volta das 2h40. A primeira tentativa foi na agência do Sicoob. Eles quebraram os vidros, mas não conseguiram entrar por conta das grades de proteção.
O grupo, então, seguiu para uma agência do Banco do Brasil. No local, chegaram a colocar explosivos, mas não conseguiram detonar. Os criminosos abandonaram o artefato e saíram da agência. 
Na fuga, foram ouvidos vários tiros, que atingiram paredes de lojas e casas. Ninguém ficou ferido. Eles fugiram sentido São Pedro da União (MG).
Pela manhã, a polícia encontrou cápsulas de espingarda calibre 12 e 44. Até esta publicação, nenhum dos envolvidos havia sido preso. Um grupo do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar saiu de Belo Horizonte (MG) e está a caminho da cidade para desarmar o artefato. 
Tiros na fuga de quadrilha atingiram casa e lojas em Bom Jesus da Penha (MG) (Foto: Reprodução/Redes Sociais)




Fonte: G1

Seis agências bancárias são alvos de explosões e roubos em três cidades do Sul de Minas

Os crimes aconteceram na madrugada desta sexta-feira (6) em Areado, Cabo Verde e Jacuí, no Sul do estado. 

06/04/2018

A madrugada foi de fortes ataques a agências bancárias em três cidades do Sul de Minas. Quadrilhas explodiram e roubaram seis bancos durante a madrugada desta sexta-feira (6). Em Areado (MG), os criminosos explodiram três agências e furtaram uma joalheria. Pouco depois, um banco em Cabo Verde (MG) foi explodido e, em Jacuí (MG), duas agências e uma casa lotérica foram alvos dos criminosos.

Agência do Sicoob de Areado (MG) foi o segundo alvo de quadrilha nesta sexta (6) (Foto: Diego Batista/Areado Notícias)


Em Areado, de acordo com a Polícia Militar, os crimes aconteceram por volta de meia-noite. Ainda havia pessoas em um bar próximo ao banco, quando os assaltantes desceram de três caminhonetes atirando. Segundo testemunhas, eram pelo menos 15 criminosos fortemente armados. 
A primeira agência a ser explodida foi a do banco Bradesco. O local ficou completamente destruído. De lá, os assaltantes seguiram para o banco Sicoob e para o Banco do Brasil e também explodiram as duas agências.




Vidros de várias lojas ao redor das agências ficaram destruídos. Além das explosões, os criminosos roubaram uma joalheria. 

Lojas também foram atacadas por quadrilha em três cidades do Sul de MG (Foto: Diego Batista/Areado Notícias)

Quadrilha deu tiros pro alto e atingiu vitrines de lojas em ataque em Areado (MG) (Foto: Diego Batista/Areado Notícias)

Cabo Verde


Cerca de 40 minutos após os crimes de Areado, a explosão foi em uma agência do Banco do Brasil em Cabo Verde. Os assaltantes chegaram à cidade e atiraram várias vezes para o alto. Ninguém se feriu.
Pela proximidade de horário dos crimes, a polícia suspeita que a mesma quadrilha tenha agido nas duas cidades. Segundo a polícia, os criminosos fugiram sentido zona rural e foram vistos no canavial da usina Monte Alegre, em Muzambinho (MG).
Quadrilha explodiu agência em Cabo Verde (MG) na madrugada desta sexta-feira (6) (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Jacuí


Em Jacuí, os crimes aconteceram por volta das 4h30. Os criminosos não usaram explosivos, mas arrombaram os cofres do Banco do Brasil e do Sicoob. Além das agências, uma casa lotérica foi roubada. 

  A polícia não informou o quanto foi levado em cada ataque. Não houve feridos em nenhum dos crimes. Até a publicação desta reportagem, a Polícia Militar seguia nas bucas pelos criminosos e ninguém havia sido preso.

Tentativas


Os crimes da madrugada desta sexta-feira aconteceram um dia depois de tentativas de explosão na cidade de Bom Jesus da Penha. Segundo a Polícia Militar, de sete a 10 homens armados tentaram explodir os caixas eletrônicos de duas agências.
Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro. Na fuga, eles ainda serraram eucaliptos próximo ao trevo que liga a cidade a Alpinópolis e Passos, para evitar que os policiais chegassem rápido ao local. Os militares tiveram que combater os criminosos a pé. 

____________________________________________________________________

Quadrilha falha em tentativa de ataque a bancos e deixa explosivo dentro de agência no Sul de MG

Tentativas de ataques a duas agências bancárias aconteceram durante a madrugada em Bom Jesus da Penha.

05/04/2018
Criminosos não conseguiram invadir agência do Sicoob em Bom Jesus da Penha (MG) (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
A polícia busca por uma quadrilha de sete a 10 pessoas responsável por tentativas de explosão de duas agências bancárias em Bom Jesus da Penha (MG), na madrugada desta quinta-feira (5). Os criminosos quebraram vidros e deixaram um explosivo em um dos locais, mas não conseguiram levar dinheiro.
Segundo a Polícia Militar, câmeras registraram dois carros no Centro da cidade por volta das 2h40. A primeira tentativa foi na agência do Sicoob. Eles quebraram os vidros, mas não conseguiram entrar por conta das grades de proteção.
O grupo, então, seguiu para uma agência do Banco do Brasil. No local, chegaram a colocar explosivos, mas não conseguiram detonar. Os criminosos abandonaram o artefato e saíram da agência. 
Na fuga, foram ouvidos vários tiros, que atingiram paredes de lojas e casas. Ninguém ficou ferido. Eles fugiram sentido São Pedro da União (MG).
Pela manhã, a polícia encontrou cápsulas de espingarda calibre 12 e 44. Até esta publicação, nenhum dos envolvidos havia sido preso. Um grupo do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar saiu de Belo Horizonte (MG) e está a caminho da cidade para desarmar o artefato. 
Tiros na fuga de quadrilha atingiram casa e lojas em Bom Jesus da Penha (MG) (Foto: Reprodução/Redes Sociais)




Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário