Carro atropela grupo e deixa pelo menos 5 feridos no bairro São Geraldo, em Pouso Alegre, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Carro atropela grupo e deixa pelo menos 5 feridos no bairro São Geraldo, em Pouso Alegre, MG

Compartilhar isso

Motorista é preso após atropelar cinco pessoas e fugir em Pouso Alegre; veja vídeo. Segundo testemunhas, crime seria motivado por ciúmes, já que vítima está namorando ex-esposa do agressor.

14/06/2018


Um motorista foi preso após atropelar cinco pessoas e fugir na tarde desta terça-feira (12/06) em Pouso Alegre (MG). De acordo com a Polícia Militar, o homem foi detido em flagrante e deve responder por tentativa de homicídio.
Vídeos de câmeras de segurança da região flagraram o momento em que ele acelera contra um ciclista na avenida Vereador Antônio da Costa Rios, no bairro São Geraldo. Após o impacto, o homem é arremessado no portão de uma fábrica. O carro ainda invade uma empresa e atinge quatro funcionários. Depois, o motorista desce do veículo e ainda passa a agredir o ciclista com socos. Após a ação, ele foge à pé do local. Pouco depois, ele é localizado pelos policiais durante buscas na região tentando sair da cidade pela BR-381.
Segundo a PM, testemunhas relataram que o crime teria sido passional, já que a ex-esposa do motorista está namorando com o ciclista. O carro, usado na ação, ainda está, inclusive, no nome da mulher. 

Carro atropela grupo e deixa pelo menos 5 feridos no bairro São Geraldo, em Pouso Alegre, MG - Fotos/reprodução: Alô Alô Cidade

Estado das vítimas

Todas as vítimas foram levadas para o Hospital Samuel Libânio, que informou que o ciclista está em estado grave, mas não corre risco de morrer. Um dos funcionários da empresa teve uma fratura, mas também está estável. Os outros tiveram apenas escoriações.
“Pelas imagens dá para perceber que algumas vítimas são atingidas de forma bem leve, e elas só caem ao solo. Não houve vítimas prensadas no muro, como poderia ter ocorrido. Ainda bem que o portão estava aberto, o que minimizou os danos, às lesões de todas as vítimas”, conta o capitão Ivan Neto, do Corpo de Bombeiros. 

A reportagem tentou falar com o motorista, mas recusou.
Carro ficou destruído - Foto/reprodução: Alô Alô Cidade
Após prestar depoimento na delegacia, ele foi levado para o presídio de Pouso Alegre. Segundo a polícia, uma testemunha relatou que o crime teria sido passional, já que a ex-esposa do motorista está namorando com o ciclista.
“Existe uma testemunha que mora com o autor há cinco meses. E essa testemunha, para a Polícia Militar, falou que o autor já tinha a intenção de matar o namorado da sua ex-companheira. Porém, na Delegacia de Polícia, ela negou esse fato e falou que o autor nunca manifestou nenhuma vontade de matar [o ciclista] e que estava em um quadro de depressão sendo acompanhado por psicólogo”, explica o delegado regional Renato Gavião.

O motorista vai responder por homicídio qualificado tentado. A pena varia de 12 a 30 anos de prisão. A única vitima que continua internada é o ciclista, que teve politraumatismo, mas está estável e não corre risco de morrer. 

Vídeo



Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário