Quadrilha furta mais de R$ 500 mil de loja de insumos agrícolas em Lambari-MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

Quadrilha furta mais de R$ 500 mil de loja de insumos agrícolas em Lambari-MG

Compartilhar isso

Segundo responsáveis pelo local, já é o segundo furto em menos de um mês. O último ocorreu no dia 18/08

Polícia Civil e Militar compareceram no local do crime para colher informações sobre o furto - Foto/reprodução: Alô Alô Cidade

A Polícia Civil está investigando os furtos ocorridos em uma loja de Insumos Agrícolas em Lambari, no Sul de Minas.  O primeiro furto foi no dia 18/08 onde a empresa teve R$ 150 mil em defensivos agrícolas subtraídos e o segundo furto foi na madrugada desta segunda-feira (13/09), quase um mês depois. Os prejuízos dos furtos chegam a quase R$ 800 mil.

Segundo informações da Polícia Militar, por volta 07h30 desta segunda-feira, o gerente acionou a PM para comparecer na loja AgroFert Insumos Agrícolas, por causa de um furto ocorrido durante a madrugada. No local do crime, a vítima contou aos militares que ao abrir a loja de manhã, foi surpreendido com os produtos fora do lugar de onde havia deixado e ao verificar, constatou que indivíduos não identificados haviam entrado no local pelo telhado, desligando o sistema de vídeo monitoramento e alarme, bem como cortado os cabos de internet. Dessa forma o alarme não foi acionado e houve perda total do sinal das câmeras, o que possibilitou que fossem furtados diversos insumos, produtos agrícolas, algumas ferramentas, equipamentos de uso agrícola e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 794 que estava em uma gaveta.

Bandidos entraram pelo telhado e ao fugir deixaram um radio comunicador pra trás - Foto/reprodução: Alõ Alô Cidade

Ainda segundo a PM, não satisfeitos, os bandidos ainda furtaram o HDR onde ficavam armazenadas as filmagens. O furto desta segunda-feira somou em torno de quase R$ 500 mil.

A guarnição policial isolou o local do crime e contatou a perícia técnica que realizou os trabalhos de praxe, recolhendo um copo e um rádio comunicador portátil que foi esquecido no local pela quadrilha.

Ainda segundo a Polícia, foi constatado na perícia que os cadeados não foram arrombados e sobre uma mesa foi localizada uma chave sobressalente que abre o portão do estabelecimento. No piso da loja havia marcas de óleo que provavelmente é do veículo utilizado para o transporte dos materiais furtados.

Segundo o responsável pelo sistema de vídeo de monitoramento e alarme, a central acusou falta de energia por volta das 23h06 do dia 12/09/2021.

A Polícia conseguiu imagens de câmeras de segurança do comércio vizinho e o caso segue sendo investigado.


Publicidade


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade