Polícia investiga atuação de quadrilha em ataque a bancos do Sul de Minas - ALÔ ALÔ CIDADE

Polícia investiga atuação de quadrilha em ataque a bancos do Sul de Minas

Compartilhar isso

Primeiro suspeito foi detido nesta segunda (8) em S. S. do Paraíso, MG.
Grupo teria atuado em pelo menos quatro explosões a caixas eletrônicos

09/12/2014 23:31
A Polícia Civil de Passos MG suspeita que uma mesma quadrilha seja responsável pela sequência de roubos a caixas eletrônicos que tem sido registrada no Sul de Minas desde o dia 30 de novembro. O delegado Thiago Ribeiro vê relação entre pelo menos quatro de seis ataques a agências bancárias. Até esta publicação, apenas um suspeito havia sido detido.
"Alguns veículos foram identificados em locais diferentes, a existência de armas longas, o posicionamento que os suspeitos tomaram nas ações", diz o delegado sobre o que chamou a atenção da polícia nos crimes. "Vemos que é um grupo fortemente armado", observa.

Sequência de explosões
No primeiro ataque, em Itaú de Minas MG, parte da ação foi registrada por uma câmera de segurança localizada nas imediações das duas agências bancárias que foram alvos dos bandidos. As imagens mostram que, além de explodirem os caixas, os suspeitos ameaçaram quem passava pelo local. Pessoas chegaram a ficar sob a mira de uma arma e tiros foram disparados em direção a uma caminhonete.
Câmera de segurança de uma das agências assaltadas em Itaú de Minas, MG, mostra ação de um dos integrantes de uma quadrilha que estaria atuando na região (Foto: Reprodução/ EPTV)
Câmera de segurança de uma das agências assaltadas em Itaú de Minas, MG, mostra ação de um dos integrantes de uma quadrilha que estaria atuando na região (Foto: Reprodução/ EPTV)
Em São Sebastião do Paraíso MG, a cerca de 35 Km de Itaú de Minas, ataque semelhante foi registrado três dias depois, em 3 de dezembro. No dia 5 de dezembro, outro caixa foi explodido em Jacuí, a 53 Km de São Sebastião do Paraíso.

Segundo a polícia, Jacuí MG foi visitada novamente pela quadrilha no dia 7 de dezembro, quando um caixa de uma agência do Sicoob também ficou completamente destruído.

Novos ataques
No dia 5 de dezembro, o caixa de uma agência bancária de Ibitiúra de Minas MG foi retirado com o auxílio de um maçarico, mas o roubo acabou frustrado porque os assaltantes não teriam conseguido levar o equipamento. Nesta segunda-feira (8) outro caixa foi destruído com o auxílio de explosivas em uma agência de Estiva MG. A polícia ainda não sabe se os casos de Ibitiúra de Minas e Estiva têm relação com as demais ocorrências.
Suspeito preso
Na tarde desta segunda-feira, o primeiro suspeito de integrar a quadrilha foi detido em São Sebastião do Paraíso. O homem de 39 anos guardava em uma lata no banheiro de casa duas bananas de dinamite. Ele foi ouvido pela Polícia Civil e encaminhado para o presídio.

Informações: Polícia Civil
Leia na íntegra no G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário