Homem é assassinado a tiros em Lambari, MG - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

Ex-candidato a vereador, vítima de 59 anos foi atingida por disparos no abdômen e na perna. Homem chegou a ser socorrido com vida, mas morreu no hospital

31/01/2015 12:37
Ex-candidato a vereador é assassinado a tiros em Lambari, MG - Foto/ilustrativa: Alô Alô Cidade
Um homem de 59 anos foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (30) na zona rural de Lambari  MG. Segundo a Polícia Militar, o ex-candidato a vereador, Geraldo Cristóvão da Silva, estava no seu sítio, conversando com um homem, quando eles se desentenderam e o suspeito deu dois tiros na vítima. Os disparos atingiram o abdômen e a perna de Silva, que foi levado para o pronto-socorro do Hospital São Vicente de Paulo, mas morreu pouco tempo depois.
De acordo com os militares, ainda não há informações sobre o que pode ter motivado o desentendimento entre os homens e o crime. A polícia faz buscas para tentar localizar e prender o suspeito.
Geraldo Cristóvão da Silva foi morto por dois tiros - Foto/divulgação

Ainda segundo a PM, também não há informações se o crime teve motivações políticas, já que Silva foi candidato a vereador nas eleições de 2012 pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB) e ficou como suplente.

Informações: Polícia Militar
Leia mais no G1

Homem é assassinado a tiros em Lambari, MG

Ex-candidato a vereador, vítima de 59 anos foi atingida por disparos no abdômen e na perna. Homem chegou a ser socorrido com vida, mas morreu no hospital

31/01/2015 12:37
Ex-candidato a vereador é assassinado a tiros em Lambari, MG - Foto/ilustrativa: Alô Alô Cidade
Um homem de 59 anos foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (30) na zona rural de Lambari  MG. Segundo a Polícia Militar, o ex-candidato a vereador, Geraldo Cristóvão da Silva, estava no seu sítio, conversando com um homem, quando eles se desentenderam e o suspeito deu dois tiros na vítima. Os disparos atingiram o abdômen e a perna de Silva, que foi levado para o pronto-socorro do Hospital São Vicente de Paulo, mas morreu pouco tempo depois.
De acordo com os militares, ainda não há informações sobre o que pode ter motivado o desentendimento entre os homens e o crime. A polícia faz buscas para tentar localizar e prender o suspeito.
Geraldo Cristóvão da Silva foi morto por dois tiros - Foto/divulgação

Ainda segundo a PM, também não há informações se o crime teve motivações políticas, já que Silva foi candidato a vereador nas eleições de 2012 pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB) e ficou como suplente.

Informações: Polícia Militar
Leia mais no G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário