Acidente mata motorista na rodovia próximo a Bandeira do Sul - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

A vítima perdeu o controle, bateu em um barranco e capotou o veículo. O corpo atingiu outro carro antes de cair na pista. 

20/04/2018

Um lavrador de 36 anos morreu ao ser arremessado do carro que dirigia, em um acidente na noite desta quinta-feira (19), na BR-267, em Bandeira do Sul (MG). A vítima perdeu o controle do carro, que saiu da pista e bateu em um barranco.

Com o impacto, o corpo do lavrador foi arremessado para fora e bateu em um outro veículo antes de cair na rodovia. O motorista do carro onde o corpo bateu contou à Polícia Rodoviária que percebeu quando a vítima perdeu o controle do veículo.

De acordo com a polícia, o lavrador foi identificado como Inácio Roberto de Oliveira. Ele morreu no local do acidente e não tinha carteira de habilitação.

A perícia da Polícia Civil compareceu ao trecho e interditou a pista durante o trabalho do perito. O corpo de Inácio foi removido pela funerária de Poços de Caldas (MG).

Fonte: G1

Acidente mata motorista na rodovia próximo a Bandeira do Sul

A vítima perdeu o controle, bateu em um barranco e capotou o veículo. O corpo atingiu outro carro antes de cair na pista. 

20/04/2018

Um lavrador de 36 anos morreu ao ser arremessado do carro que dirigia, em um acidente na noite desta quinta-feira (19), na BR-267, em Bandeira do Sul (MG). A vítima perdeu o controle do carro, que saiu da pista e bateu em um barranco.

Com o impacto, o corpo do lavrador foi arremessado para fora e bateu em um outro veículo antes de cair na rodovia. O motorista do carro onde o corpo bateu contou à Polícia Rodoviária que percebeu quando a vítima perdeu o controle do veículo.

De acordo com a polícia, o lavrador foi identificado como Inácio Roberto de Oliveira. Ele morreu no local do acidente e não tinha carteira de habilitação.

A perícia da Polícia Civil compareceu ao trecho e interditou a pista durante o trabalho do perito. O corpo de Inácio foi removido pela funerária de Poços de Caldas (MG).

Fonte: G1