Suspeito de estuprar irmãos é preso pela Polícia Civil em Campanha-MG - ALÔ ALÔ CIDADE

CASA DOIS IRMÃOS

Suspeito de estuprar irmãos é preso pela Polícia Civil em Campanha-MG

Compartilhar isso

O mandado de prisão foi cumprido na tarde desta terça-feira no bairro Mandu

Um jovem foi preso pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (27/10) por suspeita de abusar sexualmente de dois irmãos mais novos, uma menina de 7 anos e outro menino de 11 anos, na zona rural em Campanha-MG.

Segundo informações da Polícia Civil, o rapaz foi preso após o Juiz da Comarca da Campanha expedir um mandado de prisão em seu desfavor. Ele é suspeito dos estupros há três anos quando a família ainda morava na roça.

Segundo informações das vítimas que confessaram para Polícia Militar, o autor havia realizado atos libidinosos com conjunção carnal com elas quando uma das irmãs tomava banho.

Ainda segundo informações das testemunhas, os atos teriam se encerrado assim que mudaram para cidade. A mãe das vítimas e do autor também disse a PM, que seus filhos já haviam reclamado das relações sexuais que praticavam com ele. A genitora das vítimas castigou o filho na época do crime.

De acordo com informações colhidas pela PM, o autor disse que estava embriagado e que espalhou para algumas pessoas que estava praticando relações sexuais com seus irmãos.

Segundo informações do Delegado Dr. Felippe Gomes Almeida da Silva, foram aproximadamente três meses de investigação preliminar. O Inquérito Policial foi instaurado com base em denúncias feitas por membros do Conselho Tutelar da Comarca. Foram feitas oitivas com acompanhamento de psicólogos. As vítimas foram submetidas a exame de corpo de delito. O Delegado representou pela prisão preventiva do autor na data de 05 de outubro e a prisão foi decretada dia 22 de outubro do ano corrente.

Nesta terça-feira (27), o jovem de 18 anos foi preso pela Polícia Civil através de um cumprimento de prisão preventiva, na Rua Evaristo Lorieri, no bairro Mandu. O autor A,M,X,M foi localizado em via pública, próximo de sua residência e não resistiu a prisão. Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil em Três Corações para as demais providências jurídicas.

ANUNCIE AQUI!