Governador de Minas participa de inauguração de fábrica de latas da Ambev em Sete Lagoas e visita obras do Anel Viário no município - ALÔ ALÔ CIDADE

CASA DOIS IRMÃOS

Governador de Minas participa de inauguração de fábrica de latas da Ambev em Sete Lagoas e visita obras do Anel Viário no município

Compartilhar isso

Governador destaca atração de R$ 85 bi de investimentos em dois anos de sua gestão, valor três vezes maior que o que o último governo fez em quatro anos


Romeu Zema participa de inauguração de fábrica de latas da Ambev em Sete Lagoas e visita obras do Anel Viário no município - Foto: Agência Minas

O governador Romeu Zema participou, nesta segunda-feira (7/12), da inauguração da fábrica de latas da Cervejaria Ambev, em Sete Lagoas, região Central do estado. Foram investidos cerca de R$ 700 milhões no empreendimento, que terá capacidade de produzir 1,5 bilhão de latas por ano. Foram gerados 350 novos postos de trabalho. Zema ressaltou o trabalho de sua gestão na busca de investimentos e, consequentemente, na geração de empregos.

“Este investimento é mais um passo que damos no sentido de criarmos empregos e oportunidades no estado. Em dois anos de governo, já conseguimos atrair para Minas Gerais três vezes mais investimentos do que o último governo fez em quatro anos. São mais de R$ 85 bilhões de protocolos de intenção assinados em 2019 e 2020”, afirmou o governador.

Zema ressaltou a importância do investimento da empresa no município, que demonstra uma vocação muito grande para receber grandes indústrias. “Fico muito satisfeito com este investimento tão grande aqui em Sete Lagoas. É a primeira vez que um fabricante de bebidas também passa a fabricar a sua embalagem”, disse.

Romeu Zema afirmou, ainda, que a gestão eficiente se reflete em resultados positivos em diversas áreas. “Da mesma maneira que o setor privado é criativo, nós temos melhorado todos os indicadores do estado. Sempre houve no setor público a ideia de que só dinheiro resolve os problemas. É a eficiência que melhora o social, salvando vidas, dando melhor educação e mais segurança para a população”, concluiu.
Romeu Zema participa de inauguração de fábrica de latas da Ambev em Sete Lagoas e visita obras do Anel Viário no município - Foto: Agência Minas



Inauguração

Em agosto do ano passado, Zema participou do lançamento da pedra fundamental do projeto da Ambev. Com área construída de 45 mil metros quadrados, a nova fábrica abriga duas linhas de produção de latas, uma de tampas, e funciona com energia 100% renovável. Além disso, o alumínio usado na produção das latas é brasileiro e 75% reciclado.

O novo investimento se soma aos demais aportes realizados pela empresa em Minas Gerais. Nos últimos cinco anos, a Cervejaria Ambev destinou R$ 2,2 bilhões às operações que possui em Uberlândia, Juatuba e Sete Lagoas, além dos centros de distribuição no estado.

O presidente da Cervejaria Ambev, Jean Jereissati, destacou que com a fábrica de latas os mineiros terão uma bebida produzida 100% em Minas Gerais, desde a receita até a embalagem.

“Quando começamos a construir esta nova unidade, queríamos aumentar a nossa capacidade. Era um projeto olhando o longo prazo. Assim que vimos a alta demanda por latas, aceleramos as obras para conseguir atender este mercado”, disse Jereissati.

Anel Viário

Zema também visitou as obras do Anel Viário do município, que deverá receber 6,5 mil veículos por dia após a conclusão. Foram investidos R$ 7,5 milhões na obra, com 3,3 quilômetros de extensão. A intervenção faz parte do programa Avança Minas, plano de retomada econômica que reúne iniciativas em diferentes frentes de atuação do governo, com um pacote de R$ 100 milhões para obras de infraestrutura em diversas regiões do estado.

O complemento da alça viária rodoviária trará benefícios para Sete Lagoas e para os municípios de Jequitibá, Baldim e Santana do Pirapama.

“Viemos visitar uma obra que foi retomada depois de muitos anos, a Avenida Norte Sul. Uma obra fundamental para que o distrito industrial da cidade fique melhor atendido e possa atrair e gerar mais empregos. São muitas obras paradas em Minas que, com o tempo, vamos conseguir concluir, principalmente para gerar desenvolvimento e empregos”, afirmou Romeu Zema.

O secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, destacou que o programa Avança Minas busca exatamente recuperar recursos e obras que estavam paralisadas há anos.

“Essa obra só foi possível ser retomada devido a um esforço de gestão. Este dinheiro estava parado junto ao governo federal e o nosso governo se mobilizou para conseguir retomar o funcionamento e a execução da obra com um dinheiro que já tinha sido pago pelo governo. Esta obra vai beneficiar o distrito industrial e toda a região”, disse o secretário.

O prefeito de Sete Lagoas, Duílio de Castro, valorizou a parceria do governo do estado com o município e a importância da obra para toda a região.

“A conclusão desta obra vai ajudar muito no escoamento do fluxo de cargas de Sete Lagoas. A gente fica feliz e agradece porque era uma obra muito importante para nós e que ficou paralisada mais de três anos, atrasando e sufocando o escoamento dos produtos. Isso vai consolidando cada vez mais Sete Lagoas como uma cidade com uma vocação muito forte para a indústria”, afirmou o prefeito.

Giro pelo estado

Ainda cumprindo agenda de trabalho em Sete Lagoas, Romeu Zema visitou a OMPI do Brasil, que produz embalagens farmacêuticas de vidro, ampolas, cartuchos e frascos. A empresa, inaugurada em 2017, é a primeira filial na América do Sul. A indústria está com planos de ampliação de sua produção com a realização de novos investimentos. Atualmente, a empresa conta com 275 postos de trabalho e investiu R$ 120 milhões na operação.

Em 2021 serão iniciadas duas novas linhas produtivas de frascos de medicamento. Atualmente, a empresa também está produzindo frascos para a vacina do coronavírus da Johnson & Johnson.

Já no início da tarde, Zema se reuniu com empresários de diversos setores na sede da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Sete Lagoas para ouvir as demandas e falar sobre o trabalho realizado no governo. Zema ressaltou o trabalho de seu governo para desburocratizar processos e melhorar o ambiente de negócios, tornando o estado parceiro do investidor.

Após a reunião com empresários, o governador também participou de um café com o bispo dom Francisco, na Cúria Diocesana de Sete Lagoas. Também acompanharam o governador nas agendas os deputados federais Igor Timo e Lucas Gonzalez, os deputados estaduais Charles Santos e Laura Serrano, o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, o presidente do Indi, Thiago Toscano, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Fabrício Torres Sampaio.


Agenda extensa

Também na parte da tarde desta segunda-feira (7/12), o governador cumpre agenda na empresa Vibra Agroindustrial, que atua na produção e comercialização de proteína de frango e pretende expandir a atuação em Minas. Está  programada uma série de investimentos nos próximos anos, totalizando mais de R$ 70 milhões e com expectativa de geração de 380 novos empregos.

Atualmente, está em curso a implantação de uma sala de cortes no setor de frigorífico, com investimento de R$ 30 milhões e início de funcionamento previsto para o fim de dezembro ou início de janeiro.

Zema visita ainda a fábrica da Bombril, que expandiu a unidade industrial para produzir linha de detergentes Limpol. O projeto, que teve início em abril deste ano, é fruto de termo aditivo assinado em junho entre a empresa e o Indi (Agência de Promoção de Investimento em Comércio Exterior). O investimento previsto é de R$ 4,3 milhões, com geração de 268 empregos diretos.

Com informações Agência Minas.

ANUNCIE AQUI!