Administrador de grupo de Whatsapp é preso por divulgar blitz da PM em Poços de Caldas - ALÔ ALÔ CIDADE

Publicidade

Administrador de grupo de Whatsapp é preso por divulgar blitz da PM em Poços de Caldas

Compartilhar isso

O suspeito fotografou os Policiais fazendo blitz e conpartilhou no grupo de aplicativo 




A Polícia Militar em parceria com a PM Rodoviária prendeu um homem de 35 anos, na noite desta sexta-feira (10), por divulgar através do WhatsApp informações e fotos referentes a operações de fiscalização de trânsito em Poços de Caldas.

A Polícia Militar realizava a Operação Lei Seca, na Avenida João Pinheiro, próximo à antiga Estação Fepasa, na Zona Oeste da cidade. As informações repassadas em grupo da rede social, servia para dar fuga a diversos infratores.

Segundo a PM, o suspeito tirou fotos dos policiais e compartilhou no grupo de Whatsapp que administrava intitulado “Blitz de Plantão”. Sendo observado pelos militares que diminuiu consideravelmente o fluxo de motocicletas no local. 
Foto compartilhada no grupo investigado pela Polícia mostra um militar realizando blitz - Foto/reprodução WhatsApp 


Ainda de acordo com a Polícia Militar, os militares que atuavam na operação foram informados de que o suspeito, através do grupo no WhatsApp, informava o andamento da blitz. A Polícia Militar chegou até o suspeito, após observar o local de onde a foto foi registrada e compartilhada no grupo. 

A divulgação do local onde estão ocorrendo blitz, além de ser crime, atrapalha ações desenvolvidas pela Polícia Militar. O compartilhamento em grupos, também, impossibilita a PM de abordar suspeitos e até mesmo recuperar veículos furtados na cidade. 

O suspeito foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em seguida foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil, onde teve a prisão ratificada. O celular foi apreendido. 

Publicidade



Fonte Tv Plan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade